20 de maio de 2024 Atualizado 08:16

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Arsenal bate Manchester United, retoma topo do Inglês e devolve pressão ao City

Por Agência Estado

12 de maio de 2024, às 18h25

Sob pressão e contra um gigante da Inglaterra, ainda que em má fase, o Arsenal cumpriu seu papel e reassumiu a liderança do Campeonato Inglês ao vencer o Manchester United por 1 a 0, neste domingo, no Old Trafford, estádio do rival. A uma rodada do final do campeonato, o time de Londres tem 86 pontos. O Manchester City soma um ponto a menos, mas ainda tem dois jogos a disputar.

Em busca do quarto título consecutivo, o time comandado pelo técnico Pep Guardiola enfrenta o Tottenham na terça-feira em jogo atrasado da 34ª rodada. O Arsenal, que na temporada passada liderou o campeonato por um longo período e deixou o título escapar no final, joga com o Everton, em casa, na última rodada, no domingo. Também em seu estádio e no domingo, o Manchester City recebe o West Ham.

O Arsenal, cujo último título no Inglês em 2003/2004, entrou em campo no Old Trafford pressionado. Mesmo um empate contra o United deixaria o City na liderança do campeonato e com um jogo a menos. O Manchester City ainda depende de seus próprios resultados para ser campeão, mas agora vê o Arsenal no topo e joga precisando do resultado contra o Tottenham.

Oitavo do Campeonato Inglês, o Manchester United tem chance de buscar uma vaga na Liga Conferência, mas mesmo uma vaga na menos prestigiada copa europeia não deve ser conquistada pelo time que já venceu o Inglês 20 vezes e a Liga dos Campeões três vezes. Para tentar salvar a temporada, o Manchester United disputa a final da Copa da Inglaterra no dia 25 de maio, em Wembley, contra seu rival local, o City.

O gol que recolocou o Arsenal no topo da tabela de classificação, saiu aos 20 minutos do primeiro tempo. O time do técnico Mikel Arteta subiu a marcação e o goleiro Onana foi obrigado a dar um chutão para a frente. Os visitantes retomaram a posse de bola e acionaram Kai Havertz pela direita. O brasileiro Casemiro subia pela parte central do campo e dava condição de jogo para o meia alemão, que estava avançado e livre.

Havertz conduziu em direção à linha de fundo e cruzou rasteiro. A bola passou em frente a Casemiro e Leandro Trossard no meio da pequena área só teve o trabalho de tocar para o gol. Na segunda etapa, Onana fez algumas defesas difíceis e o Manchester United finalizou em direção ao gol de Raya, o que não havia feito no primeiro tempo, mas o placar continuou o mesmo.

Publicidade