29 de novembro de 2020 Atualizado 22:36

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Cultura

Musical e seus novos nomes

Por Agência Estado

31 out 2020 às 07:15 • Última atualização 31 out 2020 às 10:43

Depois de quase três meses de competição, chega ao final o reality musical Talentos, programa criado e exibido pela TV Cultura. Neste sábado, 31, a partir das 22h15, será exibido o episódio em que o apresentador Jarbas Homem de Mello comanda a disputa que vai revelar o vencedor entre Merícia Cassiano, Fabio Galvão, Aldozza e Fernanda Biancamano. Pela primeira vez desde o início da competição, as apresentações serão presenciais, realizadas no palco do programa.

A final começa com os candidatos cantando I Hope I Get It e One, canções do musical A Chorus Line. Em seguida, começa a fase eliminatória, com performances em duplas e individuais. A cada apresentação, um candidato é eliminado, até se conhecer o vencedor do programa, que ganhará um troféu exclusivo e curso de formação em teatro no Célia Helena Centro de Artes e Educação.
Para esse último programa, o júri foi formado por nomes que se destacam no musical brasileiro: Claudia Raia, Miguel Falabella, Marisa Orth e José Possi Neto. E, para tornar mais especial essa final, os finalistas receberam dicas e instruções individuais de Marlies Yearby e Telly Leung, artistas norte-americanos que dividiram suas experiências.

Talentos começou com a inscrição de mil interessados, dos quais foram selecionados 98 candidatos. Suas apresentações em vídeo foram avaliadas no estúdio por Miguel Briamonte, Sara Sarres, Diego Montez e Natan Bádue, além do próprio Homem de Mello – todos posicionados a uma distância recomendada e usando máscaras, quando não estavam gravando.

Os jurados elegeram os 24 participantes do programa, que contou com roteiro de Mariana Elisabetsky e direção de Marcos Rombino. O Estadão acompanhou a gravação de duas eliminatórias: a competição foi acirrada, com os candidatos revelando cuidadosa preparação. A decisão, assim, acontecia pela análise dos detalhes, com os maestros Briamonte e Bádue avaliando o aspecto melódico, os atores Montez e Homem de Mello de olho na postura cênica e Sara na produção vocal, pois ela, além de atriz, é especialista nesse assunto, especialmente no belting, que é a técnica de canto utilizada no teatro musical.

“Os candidatos gravaram remotamente seu número musical, porém, com toda a supervisão artística da TV Cultura, que incluiu orientações das equipes de cenário, maquiagem e até questões técnicas”, explica Rombino.

Em um ano marcado pela pandemia, Talentos foi um sopro para uma geração de artistas de musicais, que se revela cada vez mais talentosa.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Publicidade