‘Memorial da Ferrovia’ é inaugurado na Estação

Espaço expõe objetos, documentos, fotos e preserva a história da edificação da estação ferroviária de Santa Bárbara, que completa 102 anos amanhã


Foto: Divulgação - Fundação Romi
Estação onde hoje funciona um centro cultural tem sua história indissociável com o desenvolvimento do município

Após semanas de pesquisas, estudos e revisões do acervo histórico e dos serviços de manutenção e conservação da edificação, a Estação Cultural da Fundação Romi inaugura neste domingo, às 10h, a revitalização da Estação e a inauguração do Memorial da Ferrovia.

O dia 14 de julho também marca os 102 anos de inauguração da estação ferroviária. A solenidade vai contar com a apresentação especial da Orquestra Filarmônica Maestro Paulo Bellan. A entrada é franca.

Apresentado pelo Ministério da Cidadania, por meio da Secretaria Especial da Cultura, e patrocínio da Indústrias Romi, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, o projeto “Preservação e Difusão do Patrimônio Ferroviário de Santa Bárbara d’Oeste” é uma iniciativa da Fundação Romi cuja proposta é reavivar e preservar a história da Estação Ferroviária da Companhia Paulista de Santa Bárbara, inaugurada em 1917, e consolidar o equipamento cultural, que é Estação Cultural, inaugurada em 2007, e que constitui a identidade da cidade e região.

O trabalho de pesquisa, checagem e revisão histórica da estação ferroviária, além do projeto expográfico do novo espaço, que traz uma narrativa fluida, desde a chegada do ramal ferroviário, sua instalação, até a revitalização da edificação e sua conversão em um centro multicultural, foi feita pela equipe técnica Cedoc (Centro de Documentação Histórica) da Fundação Romi, com supervisão de sua Coordenadora, a Historiadora Sandra Edilene Souza Barboza.

“Com o novo Memorial incentivaremos a população local e regional a conhecer a história da ferrovia e sua importância para o desenvolvimento da cidade e região. Conseguiremos, mais efetivamente, continuar com a conservação da estação ferroviária de Santa Bárbara”, explica Sandra.

“Foram investidos R$ 122 mil através da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Realizamos melhorias estruturais que ajudarão na conservação do prédio centenário, além do reaparelhamento e modernização do Memorial Ferrovia”, afirma Vainer Penatti, Superintendente da Fundação Romi.

“Essa revitalização traz novos ares para o espaço. Quem já visitou nosso espaço e quem vai visitar pela primeira vez ou novamente será surpreendido. Com o apoio do CEDOC vamos promover atividades educativas e culturais sobre a ferrovia e a estação, além de disseminarmos e divulgarmos informações, referências e estudos sobre o seu teor cultural, histórico e informativo”, garante a Assistente Cultural Rosana Lopes.

Acontece. A inauguração da revitalização da Estação Cultural e do Memorial da Ferrovia ocorre neste domingo, às 10h, com entrada gratuita. O espaço da Fundação Romi fica à Avenida Tiradentes, 2, Centro.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora