29 de fevereiro de 2024 Atualizado 00:31

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Cultura

Madrugada no ‘BBB 24’ tem Prova do Líder, críticas a Davi e relato de ‘maldição’

Por Agência Estado

09 de fevereiro de 2024, às 13h09

A madrugada do Big Brother Brasil 24 foi marcada por uma intensa Prova de Resistência, que definiu os rumos na disputa pela oitava liderança do reality. A prova, que teve início na noite anterior, testou a resistência física e mental dos participantes, terminou nesta sexta-feira, 9, com Lucas Henrique conquistando a oitava liderança.

Durante a prova, houve momentos de tensão e descontentamento entre os participantes. Beatriz foi criticada por Leidy Elin por supostamente buscar atenção durante a competição. Outras reclamações vieram à tona, como a de Lucas Henrique sobre Davi, que cantou durante a prova, gerando incômodo. Yasmin e Fernanda também expressaram frustração com as atitudes de alguns competidores, destacando a percepção de jogo em grupo.

A prova também foi palco de comentários sobre a performance de Davi, com Yasmin e outros participantes expressando desaprovação à possibilidade de sua vitória. Além disso, a dinâmica entre os competidores trouxe à tona discussões sobre alianças e estratégias dentro do jogo. Um momento curioso foi a referência de MC Bin Laden a uma possível “maldição”; confira os destaques abaixo.

Prova de resistência e os rumos da liderança

A Prova do Líder desta semana desafiou os participantes, com exceção de Giovanna, ausente por lesão. Neste formato, os participantes deveriam soltar um sensor e apertar um botão ao sinal; o último a reagir seria eliminado, até que restasse apenas um, que se tornaria o novo Líder. O vencedor ganharia o poder de colocar quatro pessoas na mira para o Paredão, indicar um participante no domingo e salvar um dos mais votados pela casa. Acompanhe mais informações sobre a prova do líder.

Durante a Prova do Líder de Resistência no BBB 24, as atitudes de alguns participantes levaram a desconforto e críticas entre os concorrentes. Leidy Elin, por exemplo, comentou sobre Beatriz: “A Bia fazendo o VT dela. Nem na prova ela para”. Davi, que tem o costume de cantar pela casa, escolheu entoar o “Canto Alegretense”, provocando reclamações de Lucas Henrique e outros participantes. Lucas expressou sua irritação, dizendo: “Aí ele recebe nove votos e acha de boa”, e mais adiante concluiu que Davi é “chato”.

Yasmin, após ser eliminada, expressou sua frustração para MC Bin Laden e Giovanna, dizendo: “que raiva que está dando da galera que está lá”. Ela acusou outros competidores de jogar de maneira desleal, manipulando objetos da prova. Fernanda, por sua vez, após sair da disputa, compartilhou com Pitel e Michel: “estava me dando uma raiva ver que eles estavam jogando em grupo”, refletindo sua percepção de uma competição injusta.

Torcida contra Davi

Durante a Prova do Líder de Resistência do BBB 24, Yasmin expressou a MC Bin Laden e Giovanna sua preocupação com a possibilidade de Davi ganhar a prova, enfatizando uma rivalidade pessoal: “Se Davi pegar ele vai me colocar, 100% certeza”. Ela também observou que Davi seria uma escolha comum para o Paredão, dizendo: “a casa inteira bota ele”. Apesar do isolamento percebido de Davi, MC Bin Laden sugeriu que isso poderia ser uma vantagem, enquanto Yasmin argumentava: “ninguém destrata ele, ninguém maltrata ele, muito pelo contrário”.

Em um momento mais descontraído, Rodriguinho compartilhou uma história sobre Davi que culminou de maneira inusitada. Ele disse: “se eu soubesse que você ia sair eu não saía, só para sair depois de você e pegar um barato. Eu gosto da Leidy, de pegar ela. Eu e ela, ali não tem ninguém”. Continuando, Rodriguinho relembrou uma provocação de Davi durante uma dinâmica: “quando eu cheguei no quebra-cabeça era Davi. Para Davi não posso perder, ele falou que sou fraco, dele não vou perder”. E, refletindo sobre uma recente provocação de Davi, ele imitou: “ele ficou me provocando ali agora, disse: ‘falou que ia ganhar, né Rodriguinho'”, antes de, de forma inesperada, levar um tombo.

Já Michel, após sua saída da prova, manifestou sua satisfação com o resultado, especialmente por Davi ter sido eliminado junto com ele. “Deus foi tão bom que Davi saiu junto comigo”, declarou Michel, um comentário que destaca as dinâmicas internas e a competição entre os participantes. Wanessa, igualmente aliviada com a eliminação de Davi, expressou seu contentamento diretamente a Michel: “Michel, deixa eu te falar. Eu fiquei muito aliviada que isso aconteceu”. A troca de sentimentos entre os dois foi marcada por um abraço e exclamações de alegria.

Posteriormente, dentro da casa, Wanessa procurou Davi para se desculpar por um desentendimento ocorrido durante a prova, relacionado à organização das caixas. “Desculpa aquele negócio da caixa que eu te falei, porque eu ficava irritada quando pegavam as caixas”, explicou Wanessa. Davi, por sua vez, amenizou a situação, respondendo: “É normal, é jogo, vai fazer o quê?”.

De olho nos jogos e alianças

MC Bin Laden levantou suspeitas sobre as dinâmicas de poder e as estratégias dos participantes ainda na competição. Ele observou que alguns competidores parecem temer assumir a liderança, mencionando em uma conversa com Rodriguinho e Fernanda que “Tem gente ali que tem um pouco de medo de ser líder”. Especificamente, ele sugeriu que Giovanna poderia estar na mira de Lucas Henrique, um dos concorrentes pela liderança, indicando uma possível estratégia contra ela: “não posso interferir”.

Em outro momento, as alianças e as intenções de voto vieram à tona quando Pitel revelou a Rodriguinho que MC Bin Laden estava em sua lista de opções para o voto. Ele explicou a complexidade das relações e desconfianças dentro do grupo: “a gente quer fechar uma coisa com os meninos Giovanna, Michel e Raquele, só que eles não confiam no Bin também”.

A ‘maldição do BBB’

MC Bin Laden observou um padrão intrigante nas eliminações do programa, notando que seus amigos foram sendo eliminados sequencialmente. Ele comentou com Giovanna: “Nessa eliminação do Juninho eu me senti o Mick Jagger”, fazendo alusão à famosa “maldição” associada ao músico em eventos esportivos. A “maldição” em questão refere-se à coincidência de derrotas ou eliminações relacionadas à presença ou apoio de Jagger.

Ele explicou a sequência de eventos que levaram à sua comparação: “Porque eu sentei do lado do Vini, ele saiu. Sentei do lado do Luigi, ele saiu. Sentei do lado do Juninho, ele saiu”. MC Bin Laden expressou surpresa com essa sequência, questionando: “Só saiu gente do quarto Gnomo ainda, eu falei: será que virei Mick Jagger?”.

Publicidade