15 de junho de 2024 Atualizado 17:54

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Cultura

Céline Dion detalha as dores de cantar com síndrome rara: ‘Como se fosse estrangulada’

Por Agência Estado

07 de junho de 2024, às 18h39

Céline Dion, diagnosticada com Síndrome da Pessoa Rígida em 2022, fez um desabafo sobre a sensação de cantar com a doença. “É como se fosse estrangulada”, revelou.

A cantora participou do programa norte-americano Today Show, onde revelou as dificuldades que passa. A entrevista vai ao ar na edição de 11 de junho, mas uma prévia foi exibida nesta sexta-feira, 7.

Para exemplificar a sensação, ela colocou as mãos em volta de sua garganta e disse, ofegante: “É como se alguém estivesse empurrando sua laringe, faringe, dessa maneira. É como se você estivesse falando assim e não pudesse ir mais alto ou mais baixo.”

Ela também revelou se machucar com espasmos musculares que a doença traz. “Cheguei a quebrar as costelas em um determinado ponto. Às vezes, quando a doença é muito grave, pode quebrar algumas costelas”, contou.

A Síndrome da Pessoa Rígida é uma doença neurológica que se manifesta por meio de espasmos musculares dolorosos e rigidez muscular e afeta duas a três vezes mais mulheres do que homens.

Publicidade