16 de abril de 2024 Atualizado 17:53

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Cultura

Bala da arma utilizada no assassinato de John Lennon vai a leilão na Inglaterra

Por Agência Estado

27 de fevereiro de 2024, às 17h31

A bala da arma que foi utilizada no assassinato do cantor John Lennon, em dezembro de 1980, será leiloada na próxima quinta-feira, 29 de fevereiro, em NewCastle, Inglaterra, pelos leiloeiros Anderson & Garland. O item pertencia a Brian William Taylor, um policial de Nortúmbria, norte da Inglaterra, que manteve a bala de souvenir como presente da polícia de Nova Iorque. A bala irá a leilão após sua morte.

Brian reteve o objeto em mãos depois de ida ao museu da Divisão de Investigação Forense da polícia de Nova Iorque, que armazenava instrumentos de crimes considerados importantes, veio como pedido de desculpas após ter sido baleado acidentalmente em um tiroteio, enquanto visitava a polícia de Nova Iorque junto de jovens aspirantes a serem policiais. Na ocasião, Brian foi permitido de atirar com a arma que Mark Chapman utilizou para assassinar John Lennon. Ele manteve a bala e o cartucho que utilizou enquadrados como souvenires até sua morte, como homenagem à sua carreira.

Fred Wyrley-Birch, diretor da Anderson & Garland, contou à BBC sobre o objeto: “É um daqueles itens meio macabros que você pega de vez em quando e que chama a atenção de todo mundo. Tem uma ‘fanbase’ dos Beatles que é fanática e compra absolutamente tudo sobre os Beatles”.

Ele contou que raramente se encontra um objeto tão incomum e único, e que chega a ser difícil prever seu valor e se realmente existe um mercado para isso, mas a Far Out Magazine afirma que os leiloeiros esperam arrecadar cerca de duas mil libras com o objeto (cerca de R$ 12,6 mil). “É um pedaço da memória dos Beatles realmente unico e que provavelmente jamais conseguirá ser replicado”, finaliza.

Publicidade