03 de dezembro de 2020 Atualizado 10:30

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Americanense

Artista plástico faz balanço da carreira em Campinas

Artista americanense Stenio Oliveira abre neste sábado, no espaço Casa de Vidro, sua mostra individual

Por Luciano Assis

15 fev 2020 às 08:24 • Última atualização 27 abr 2020 às 09:51

Após integrar uma bem-sucedida mostra coletiva na cidade de Itu, no final do ano passado, o artista plástico americanense Stenio Oliveira abre neste sábado, no Espaço de Vidro, em Campinas, a exposição individual “Morfologias Sensoriais”, que refaz sua história no mundo das artes.

Foto: Divulgação
Segundo a crítica, obra de Stenio Oliveira testa os limites da obra de arte ao mesclar expressões

No total, 20 trabalhos de médio e grande porte, entre esculturas, pinturas expandidas, painéis e desenhos integram a mostra. “O artista propõe uma cartografia mutante, como a própria existência. Desenhando uma escrita, um itinerário, uma topografia. Uma objetividade condicionada à perspectiva que possibilita o deslocamento de elementos dentro dos limites da obra de arte”, comenta o curador Andrés I. M. Hernández, no material de divulgação da Mostra.

Oliveira comenta que os trabalhos expostos foram escolhidos como uma espécie de narrativa histórica de seu desenvolvimento na arte. “Essa mostra é a maior individual que apresento desde o começo de minha carreira. A curadoria fez seleções desde as minhas primeiras produções, até algumas inéditas e produzidas durante minha pesquisa no grupo de artistas da Fama Museu”, frisa o artista.

Uma das principais características do artista, segundo ele mesmo gosta de destacar, é a quebra de barreira entre os nichos estilísticos da arte. “Minha pesquisa em si, faz muita referência em como a pintura e a escultura podem em algum momento serem uma única coisa, tornando-se pinturas expandidas ou pinturas objetos”, resume.

Artista visual e designer graduado pela PUC (Pontifica Universidade Católica) Campinas, Oliveira ainda é master em arquitetura e graduando não formado em Economia. Toda essa variedade de formações, acaba percorrendo sua arte.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

“Sou um entusiasta das artes e extremamente espontâneo, adoro dançar, cantar, me exercitar. Mas independe disso, acho impossível um artista contemporâneo sério que não se interesse por várias linguagens”.

Memórias. Bastante atuante no meio artístico paulistano e campineiro, Oliveira está bastante afastado de sua cidade natal. Mas sonha em poder mostrar essas obras no município que o viu nascer e crescer.

“Tenho muita vontade de expor em Americana, justamente pela questão que meu trabalho faz muita referência a cidade e minhas memórias, trabalho muito materiais têxteis em minhas obras. E, claro, também tenho muito amigos por aí”, define.

Acontece

A exposição “Morfologias Sensoriais”, de Stenio Oliveira, será aberta neste sábado, às 19h, no Espaço de Vidro, e pode ser visitada até o dia 4 de abril. A entrada é gratuita. Avenida Heitor Penteado, 2145, Parque Taquaral.

{{1}}

Publicidade