16 de abril de 2024 Atualizado 23:01

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Painel Político

Veja as notas do painel político desta quarta-feira (21)

Vereadores barbarenses aprovaram moção de protesto à fala do presidente Lula sobre ação de Israel na Faixa de Gaza

Por Redação

21 de fevereiro de 2024, às 08h23

Câmara aprova moção contra Lula por fala sobre Israel

Os vereadores barbarenses aprovaram uma moção de protesto contra a fala do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que classificou como “genocídio” e “chacina” a resposta de Israel na Faixa de Gaza aos ataques terroristas promovidos pelo Hamas. De autoria do vereador Eliel Miranda (PSD), o documento foi aprovado com 17 votos favoráveis, a exceção de Esther Moraes (PL). A votação ocorreu nesta terça durante a sessão. O vereador Felipe Corá (Patriota) protocolou na Casa outra moção com o mesmo tema que será apreciado na próxima semana. Cristiani Azanha

Câmara de Santa Bárbara d’Oeste – Foto: Claudeci Junior / Liberal

Esther defende presidente e Corá quer vereadora fora do PL

O posicionamento de Esther Moraes (PL) que apoiou a fala do presidente Lula (PT) causou intensa discussão entre os parlamentares que reprovaram a fala. O vereador Felipe Corá (Patriota) afirmou que o presidente da legenda de Esther deveria expulsá-la do partido diante da opinião e o caso também deveria ser analisado pela Comissão de Ética da Câmara. A vereadora relatou que está tranquila e ciente de seu posicionamento sobre a situação que causou a morte de muitas crianças e mulheres. Esther já antecipou, recentemente, que vai deixar o partido. C.A.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Projeto para jovens do Soma trabalharem no TJ-SP é aprovado

Foi votado em regime de urgência na sessão da Câmara de Americana desta terça-feira um projeto de lei que permite adolescentes do Soma (Serviço de Orientação Multidisciplinar para Adolescentes) trabalharem em regime de estágio nas unidades do TJ-SP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo) na cidade. A propositura foi necessária para prorrogar o período do convênio, formalizado em fevereiro de 2019, e também para permitir que a prefeitura credencie e forneça dados de nove adolescentes de 14 a 17 anos matriculados no Soma ao órgão estadual. O novo convênio terá duração de um ano. Gabriel Pitor

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

Redação

Seção abastecida pelos jornalistas do LIBERAL com informações e bastidores da política de Americana, Santa Bárbara e região.