25 de outubro de 2020 Atualizado 14:22

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Editorial

Sopro de entusiasmo

Por Redação

21 jul 2020 às 08:06

Em um ambiente no qual eventos com aglomeração, mesmo que mínima, são descartados enquanto não houver a possibilidade de imunização da população contra o novo coronavírus (Covid-19), esta segunda-feira apresentou uma sequência de notícias com ar promissor quanto ao desenvolvimento de vacinas que possam combater a doença, que só na RPT (Região do Polo Têxtil) infectou mais de 5 mil pessoas.

Primeiro, ainda durante a madrugada, a chegada a São Paulo de doses da vacina criada pelo laboratório chinês Sinovac Biotech. A partir dela, serão testados profissionais de saúde voluntários em seis estados. A expectativa em torno da CoronaVac tem ressonância entre autoridades médicas, como o diretor do Instituto Butantã, Dimas Covas, que a enxerga como “uma das mais promissoras” entre as testadas no mundo. Aqui na região, a Unicamp viabilizará o acesso a ela para voluntários em cerca de 30 dias.

Ainda nesta segunda, as farmacêuticas Pfizer e BioNTech anunciaram resultados positivos nos estudos alemães em torno de uma vacina contra a Covid-19. De acordo com as farmacêuticas, foram verificadas respostas imunes “fortes” e em velocidade anterior ao prazo estimado das chamadas células T, consideradas fundamentais para protegerem um organismo do novo coronavírus.

Já a vacina experimental da AstraZeneca, desenvolvida na Universidade de Oxford, é segura e produziu resposta imune em ensaios clínicos iniciais em voluntários saudáveis, informaram ontem cientistas da instituição. A terceira etapa de testes está sendo aplicada em 50 mil pessoas, incluindo cinco mil brasileiros.

Mesmo diante da necessária cautela ao assimilar informações que denotam um princípio de avanço no desenvolvimento de imunizantes, vem bem a calhar um sopro de entusiasmo em meio a dias tão duros como os que se apresentam.

O Liberal

Neste blog você encontra a opinião do Grupo Liberal de Comunicação, por meio dos textos editoriais publicados na edição impressa.