20 de outubro de 2020 Atualizado 23:45

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Artigos de leitores

Sobre máscaras e algo mais

Por Katya Forti

30 jul 2020 às 08:00 • Última atualização 30 jul 2020 às 00:08

Inegável constatar que a nossa vida pós pandemia, já não será mais a mesma. Mudaram-se os hábitos, os costumes, mas dentro de cada um, permaneceo já ao menos um fiozinho de esperança, de que tudo isso um dia acabe. E vai acabar. Perder a fé, jamais.

Até bem pouco tempo atrás, nós dizíamos: “esqueci a chave / esqueci o celular”. Em dias atuais, o substantivo mudou. E dizemos enfim: “esqueci a máscara”.

As restrições continuam e, embora saibamos que é para o nosso bem, e mais ainda, uma questão de preservação à saúde, reside aí o lado tedioso em tudo isso. Sem citar os impactos sofridos na economia, devido ao fechamento do comércio em geral. Contudo nós, como brasileiros pra lá de criativos, nos adaptamos ao “novo”, que em certa medida não deixa de ser esquisito.

E de repente o cenário dos filmes de ficção científica invadiu o nosso cotidiano.

Em fração de segundos, você olha para os lados e também à sua frente e observa algo cobrindo toda a face. Apenas os expressivos olhos de fora. E sim, eles dizem a verdade que habita em nosso íntimo, em cada momento.

Mas o outro lado da pandemia, neste caso, positivo, é que as pessoas estão buscando um modo de se reinventar. De utilizar os talentos que possui e convertê-los em algo em prol da coletividade e, em contrapartida, um recurso a mais para sua sobrevivência financeira.

E como tudo em nossa jornada são lições de aprendizado, o ano de 2020 e tudo o que vivenciamos haverá de ser lembrado como um período até então improvável para a nossa realidade, mas que certamente, nos irá acrescentar.

“Quando o sol bater na janela do teu quarto, lembra e vê que o caminho é um só. Por que esperar? Se podemos começar tudo de novo agora mesmo. / Mas ainda temos chance”.

*Katya Forti é pedagoga.

Colaboração

Artigos de opinião enviados pelos leitores do LIBERAL. Para colaborar, envie os textos, com 1.800 caracteres (já contando os espaços), para o e-mail opiniao@liberal.com.br.