29 de setembro de 2020 Atualizado 22:58

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Editorial

Serviço falho

Por Redação

16 set 2020 às 08:14

Nos últimos dias, o LIBERAL tem recebido uma enxurrada de reclamações sobre falta d’água de moradores de Americana. Apenas nesta segunda-feira, em uma interação com leitores nas redes sociais, a reportagem colheu mais de 80 relatos que apontavam situação de desabastecimento por toda a cidade.

Na semana passada, quando alguns moradores já procuravam a Redação para contar o que estavam passando, o problema chegou a ser levado diretamente ao conhecimento do superintendente do DAE, que foi questionado sobre o desabastecimento. Na ocasião, a explicação era intervenções na rede e alto consumo.

Nas reclamações que o LIBERAL recebeu, entretanto, parte delas criticava não apenas o problema em si, de ter a torneira seca, mas também a dificuldade em manter uma comunicação ou obter um posicionamento da autarquia para situações de momento.

É óbvio que os investimentos a médio e longo prazo que o departamento tem se esmerado a fazer são fundamentais e dignos de reconhecimento. Mas o morador precisa de água não apenas no futuro. Ele precisa de água hoje, enquanto sofre com os dias quentes e se vira para evitar se infectar com o coronavírus.

Se há empenho do DAE em garantir o abastecimento ininterrupto, é preciso que isso seja informado ao cidadão quando ele procura pela autarquia com suas reclamações. E que também o morador seja estimulado a ter confiança de que o departamento pode receber sua queixa e, ao menos, dar-lhe uma posição satisfatória de que irá tentar resolvê-la – e não justificativas evasivas.

A tecnologia e as diversas e novas formas de comunicação poderiam ser mais exploradas pelo DAE neste trabalho de levar informações claras em prol de um serviço essencial e, ao mesmo tempo, de qualidade.

O Liberal

Neste blog você encontra a opinião do Grupo Liberal de Comunicação, por meio dos textos editoriais publicados na edição impressa.