27 de fevereiro de 2021 Atualizado 20:39

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Editorial

Sequelas da Covid-19

Por Redação

28 jan 2021 às 08:27

O LIBERAL noticiou em edição virtual desta quarta-feira a marca de 10 mil infectados pelo coronavírus em Americana. A cidade chega ao número neste quase um ano de pandemia tendo registrado 249 mortes até agora. Do total dos que desenvolveram a Covid-19, seja em sua forma mais branda ou mais grave, 95% sobreviveram. Isso significava, até esta quarta, 9,8 mil pessoas.

Esta taxa de sobrevivência poderia ser encarada com um pouco mais de otimismo – como alguns defendem, especialmente nas redes sociais – se a incidência das infecções fosse menor. Se os 95% de curados se desse sobre um montante de 100, 200 casos numa população com a de Americana, por exemplo. Mas não. Ele se dá diante de milhares de casos por aqui e milhões mundo afora.

A quantidade de pessoas afetadas pelo coronavírus é enorme e dá a dimensão da relevância que o assunto tomou nos últimos meses, bem como os seus reflexos. Não bastasse o alto número de infecções, dentro destes casos há os que precisam de internações que podem durar por semanas até a recuperação total. Com isso, a ocupação dos leitos hospitalares, de média e alta complexidade, se torna um grande desafio ao lidar com os adoecidos.

Se dos riscos de contaminação e dos impactos que a Covid-19 pode causar no sistema de saúde muita gente tem noção, há certo desprezo por um outro reflexo que pode ser igualmente preocupante: as sequelas.

Em Americana, conforme reportou o LIBERAL, há relatos na rede municipal de saúde de pacientes que se contaminaram e se curaram, mas retornaram as unidades por problemas relacionados à infecção. Situação semelhante se repete pelo resto do mundo, ao mesmo tempo em que cientistas ainda tentam descobrir de que forma o vírus pode provocar sequelas no organismo mesmo após meses de uma eventual cura.

Em meio a tantas incertezas sobre o coronavírus, há motivos de sobra para se proteger. Não hesite.

O Liberal

Neste blog você encontra a opinião do Grupo Liberal de Comunicação, por meio dos textos editoriais publicados na edição impressa.