24 de novembro de 2020 Atualizado 14:47

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Editorial

Risco ampliado

Por Redação

24 out 2020 às 08:21

O avanço no número de acidentes de trânsito em Santa Bárbara d’Oeste tem sido pauta frequente do LIBERAL. A violência nas ruas, avenidas e estradas cresceu neste ano a ponto de o município se tornar o que mais acumula óbitos na RPT (Região do Polo Têxtil), ultrapassando cidades com frotas maiores, como Americana e Sumaré.

Um dos principais corredores do território barbarense, a Avenida São Paulo, que cruza a zona leste, é símbolo da imprudência de motoristas. No segundo semestre, ao menos três pessoas morreram em acidentes na via.

A própria avenida foi personagem de diversas reportagens do LIBERAL, não apenas sobre as mortes, mas também sobre as condições de segurança do local. Para conter a imprudência e os acidentes, a prefeitura promoveu mudanças importantes na via, como a implantação de radares de velocidade e de lombadas. Com as boas condições, a parcela de culpa do governo na insegurança da avenida foi, de fato, reduzida. Mas, uma decisão revelada nesta edição é um passo atrás para todo o município.

Um imbróglio judicial que se arrasta desde o ano passado culminou, nesta semana, com a suspensão da fiscalização eletrônica em toda a área da cidade. A disputa entre duas empresas pela licitação do serviço em Santa Bárbara levou a Justiça a interferir no processo que contratou a atual responsável pela operação dos radares. Uma delas questionava a prefeitura por ter sido desclassificada no procedimento. Após decisão judicial, a administração suspendeu a fiscalização e aplicação de multas.

Diante de estatísticas negativas no trânsito, há uma grande necessidade de a situação ser esclarecida. É preciso que o monitoramento dos radares, que intimidam comportamentos de risco dos motoristas, seja retomado com celeridade, sob o risco de outros tantos virem a óbito no município.

O Liberal

Neste blog você encontra a opinião do Grupo Liberal de Comunicação, por meio dos textos editoriais publicados na edição impressa.