12 de agosto de 2020 Atualizado 15:14

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Editorial

Proteção necessária

Por Da Redação

07 Maio 2020 às 09:01 • Última atualização 07 Maio 2020 às 09:02

A partir desta quinta-feira, o uso de máscaras por pessoas que estiverem nas ruas e áreas públicas passa a ser obrigatório em todo o Estado de São Paulo. A medida consta em decreto do governo estadual, anunciado na última segunda-feira pelo governador João Doria (PSDB). De acordo com a determinação, a obrigatoriedade atende a recomendações do Ministério da Saúde e do Centro de Contingência criado pelo Estado para discutir e implantar ações de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19).

Segundo o decreto, as máscaras são obrigatórias “nos espaços de acesso aberto ao público, incluídos os bens de uso comum da população”, no interior de estabelecimentos comerciais que ainda estejam abertos (como farmácias, supermercados, oficinas mecânicas etc.) e em repartições públicas. Tanto para frequentadores quanto para funcionários.

A medida é mais uma que foi implantada de forma escalonada. Na semana passada, a recomendação de uso geral, que já vinha desde o início desta pandemia por parte do Ministério da Saúde, se tornou uma obrigatoriedade no transporte público gerido pelo Estado antes de, esta semana, ser expandida para todos o que deixarem o isolamento de suas casas ou trabalho.

Ainda que não previna totalmente o contágio pelo coronavírus, a utilização de máscaras é capaz de reduzir consideravelmente que o vírus se propague. Elas têm um especial efeito em evitar, por exemplo, que pessoas assintomáticas contaminem outras.

Em meio a uma crise que afeta o bolso de muitos brasileiros, o artefato de proteção tem ainda um custo-benefício acessível, tanto na venda quanto na produção. É possível de ser feito em casa e pode também se tornar uma fonte de renda de pequenos, médios e grandes empreendedores, além, também, de mobilizar atos solidários, como doações.

Pela região, já é possível observar um número considerável de pessoas que aderiram às máscaras como forma de prevenção ao coronavírus nas ruas. É saudável e necessário que tal atitude se espalhe enquanto as estatísticas de infecção permanecem sob patamares baixos, sem que os sistemas de saúde, tanto público quanto privado, padeçam do colapso visto nas capitais.

O Liberal

Neste blog você encontra a opinião do Grupo Liberal de Comunicação, por meio dos textos editoriais publicados na edição impressa.