20 de julho de 2024 Atualizado 18:17

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Editorial

Perigo à espreita

Por Redação

16 de julho de 2023, às 08h54

Em 2022, uma pessoa morreu pelo vírus da Aids a cada minuto no mundo. O dado, divulgado na última semana pela ONU (Organização das Nações Unidas), é estarrecedor especialmente por ser uma doença para a qual há formas eficazes de proteção e para a qual também há medicamentos cada vez mais eficientes no controle do vírus HIV.

Reportagem publicada pelo LIBERAL neste domingo traz um recorte dessa estatística, com foco local, como é de costume por aqui. Em Americana, dados da Vigilância Epidemiológica dão conta de que 24 pessoas morreram com Aids no ano passado. Esta cifra é preocupante pelo fato de ultrapassar, talvez pela primeira vez, a marca de duas dezenas de óbitos em um ano.

Pode ser que 2022 tenha sido um ano fora da curva, mas, ainda assim, deve servir de alerta para um reforço em medidas simples, como campanhas de prevenção, especialmente entre públicos com maior incidência do vírus.

A manifestação da ONU, apresentada na última quinta-feira, afirma que é possível erradicar a Aids até 2030 no mundo. O desafio planetário, no entanto, é vencer a falta de financiamento para exames e tratamentos, que torna o diagnóstico tardio e a doença mais letal.

Quando aponta essas dificuldades, a entidade leva em conta grupos populacionais compostos por cidadãos em locais, mundo afora, com baixo acesso à informação e à ciência. Não é o caso de cidades como Americana, em uma das regiões mais desenvolvidas do Brasil.

Por aqui, o destemor – justamente pelo fácil acesso a medicamentos – e, depois de infectados, a resistência ao tratamento parecem colaborar para estatísticas como as contabilizadas no município.

Há necessidade de se conscientizar a população de que, sim, felizmente, há formas eficazes de lidar com o vírus, atualmente, mas que isso não é motivo para qualquer descuido. Um reforço nas campanhas parece se fazer necessário para manter a população alerta de que os perigos do vírus continuam à espreita. 

O Liberal

Neste blog, você encontra a opinião do Grupo Liberal por meio dos textos editoriais. Há mais de 70 anos, no coração e no espírito, compromisso com a verdade.