30 de outubro de 2020 Atualizado 11:28

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Editorial

Outra canetada

Por Da Redação

21 Maio 2020 às 08:12

Custaram dois ministros da Saúde para que o presidente Jair Bolsonaro finalmente conseguisse liberar o uso de cloroquina para pacientes com sintomas leves de Covid-19. Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich deixaram o governo no meio da pandemia do novo coronavírus por, principalmente, não concordarem com a medida.

Assim como já adiantado por Bolsonaro após a saída de Teich e a nomeação de um general para ministro interino da Saúde, nesta quarta-feira, o ministério divulgou a alteração do protocolo para a utilização da cloroquina e da hidroxicloroquina. Até então, o uso dos medicamentos era liberado para pacientes da doença em estado grave.

O documento divulgado pelo Ministério da Saúde mantém a necessidade de o paciente autorizar a medicação e de o médico decidir ou não pela aplicação. Há também a necessidade de um termo de consentimento que deve ser assinado pelo paciente em que entende que não há garantia de resultados positivos e não há estudos demonstrando benefícios clínicos. O próprio documento ainda explica que a cloroquina pode provocar efeitos colaterais graves, possíveis de causar, inclusive, a morte.

A nova orientação do Ministério da Saúde vai na contramão do que a comunidade científica prega no mundo inteiro. O próprio texto que o libera, por si só, já é um atestado de ineficácia comprovada do medicamento e detalha, inclusive, as consequências graves de se optar por ele.

Após a decisão do governo federal, diversas entidades e associações médicas se colocaram contrárias ao uso do remédio alertando para os riscos e para a falta de evidências científicas no tratamento contra o coronavírus. Governadores também dizem que não irão alterar os protocolos.

A canetada de Bolsonaro é mais uma de seu governo ideológico como presidente nesta crise sem precedentes. Uma medida que só faz isolá-lo e que mais confunde do que contribui para o combate à doença

O Liberal

Neste blog você encontra a opinião do Grupo Liberal de Comunicação, por meio dos textos editoriais publicados na edição impressa.