26 de maio de 2024 Atualizado 20:10

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Flash!

O smartphone, o normal e as novas habilidades

Em 1997 eu tive a grata oportunidade de vivenciar pela primeira vez, e nunca mais larguei, o acontecimento da internet

Por Fabio Fonçati

13 de novembro de 2022, às 08h14

Em 1997 eu tive a grata oportunidade de vivenciar pela primeira vez, e nunca mais larguei, o acontecimento da internet. Um marco na terceira revolução, a digital, trazendo incríveis mudanças como o surgimento dos blogs e os smartphones, para citar duas delas, abrindo caminho para as pessoas se tornarem editores e trazendo facilidades de ferramentas e mobilidade.

Em 2010, Ridley Scott produziu o documentário Life In A Day – procura no YouTube – exibindo o cotidiano de pessoas que participaram livremente com cenas capturadas durante 24 horas do seu dia. Em 2020, o documentário teve a segunda versão, em meio a uma pandemia, momento ideal para registrar histórias sem fronteiras e as circunstâncias que nos conectam naquele momento.

Este salto, entre o berço da internet comercial e esse “novo normal”, é prefácio ideal para agora, quando o número de dispositivos inteligentes se aproxima ao número de toda a população mundial, com previsão de aumento para 6,4 bilhões neste ano de 2022, conforme pesquisa da Gartner, impulsionado pela mudança para o trabalho remoto, além de outros hábitos que a condição de isolamento durante a pandemia trouxe.

O pagamento por aproximação é uma delas. No Brasil, essa modalidade teve um crescimento expressivo, de R$ 7,2 bilhões transacionados pela tecnologia sem contato (NFC) em 2019 para R$ 41 bilhões em 2020. O momento pedia novas práticas.

Agora, cabe ao tempo perpetuar-se pela facilidade e agilidade de uso. Como comparativo, nos EUA, o crescimento foi de 29% em 2020 e, no mundo, o segmento da carteira digital já ultrapassa todas as outras formas de pagamento.

Essa facilidade de compra influenciará as gerações futuras, que precisarão pensar no dinheiro como algo físico e tangível, sendo necessário o aperfeiçoamento das habilidades financeiras, assim como a empatia e as habilidades da linguagem corporal.

Os dois últimos anos nos fizeram vivenciar o potencial das tecnologias, imersos no ambiente virtual com encontros, aprendizagem e trabalho remotos. Logo, compreender o que a outra pessoa está pensando e se comunicando é uma habilidade que as pessoas precisarão ainda mais.

Em 2030, numa possível terceira edição do Life In A Day, essas novas realidades serão apresentadas na prática. Quais os desafios que você tem enfrentado nessa nova realidade de comunicação e relacionamentos? Nós, na Lampejos, nossa agência, seguimos remotos desde março de 2020, trabalhando de onde nos sentimos mais felizes e produtivos. Caminho sem volta.

Fabio Fonçati – publicitário
fabio@lampejos.com.br

Fabio Fonçati e João Brunelli

Assinada pelos publicitários Fabio Fonçati e João Brunelli, a coluna fala sobre as transformações da tecnologia e do comportamento humano