04 de agosto de 2020 Atualizado 22:47

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Artigos de leitores

O novo normal na educação

Por Chico Sardelli

21 jul 2020 às 08:07

Americana aguarda com ansiedade o término da construção de uma creche no Jardim Boer, iniciada em 2018, graças ao nosso trabalho para destinar quase R$ 2 milhões para a educação infantil na cidade. Quando concluída pelo governo estadual, a unidade vai receber 130 alunos de até cinco anos de idade.

Esta inauguração será um ganho para toda a cidade, atendida por 52 escolas e creches municipais pelo trabalho constante de mais de 1,6 mil profissionais, dos quais aproximadamente 900 são professores. É uma grande rede de ensino com um orçamento de R$ 178,7 milhões e que atende mais de 16 mil crianças.

O processo educacional começa cedo para cada pequeno cidadão e este movimento deve ser constante durante a vida. E por acreditar nessa verdade, trabalhei para que Americana e outros 200 municípios recebessem a Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo), em funcionamento mesmo com os desafios do coronavírus, responsável pela suspensão de aulas no mundo todo. O ensino virtual permitiu continur as atividades e deve ser o caminho após 2020.

Projetar o desenvolvimento da educação é focar na valorização profissional e em parcerias com a iniciativa privada para inovar. A tecnologia como ferramenta de aprendizagem pode auxiliar a formar cidadãos digitais responsáveis, capacitados para o presente e para superar desafios no futuro.

Americana não figura no estudo “Educação que faz a Diferença”, onde 31 municípios paulistas foram reconhecidos como destaques nacionais frente aos bons resultados das respectivas redes de ensino. Na maioria das cidades em evidência, a integração da aprendizagem on e offline está presente.
Com o novo normal pós-pandemia, eis o desafio: disponibilizar estas tecnologias para a formação de nossos estudantes.

*Chico Sardelli é empresário e presidente do PV em Americana

Colaboração

Artigos de opinião enviados pelos leitores do LIBERAL. Para colaborar, envie os textos, com 1.800 caracteres (já contando os espaços), para o e-mail opiniao@liberal.com.br.