29 de fevereiro de 2024 Atualizado 00:31

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Editorial

Novo capítulo da Área Azul

Insatisfação com o sistema em Americana é longa, vem desde o início da operação

Por Redação

28 de maio de 2023, às 09h39

A novela da Área Azul em Americana, que começou com a chegada do novo sistema de parquímetros, ainda na gestão passada, em 2018, ganhou um novo capítulo essa semana, quando a prefeitura anunciou um corte de aproximadamente 25% das vagas, o congelamento dos preços do estacionamento rotativo pelos próximos dois anos e o fim da fiscalização pelos veículos “dedo-duro”, que tem câmeras.

A insatisfação com o sistema em Americana é longa, vem desde o início da operação. A Área Azul conseguiu desagradar tanto a administração municipal quanto o mais importante, os usuários, deixando irritados, por tabela, os comerciantes da cidade.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

O contrato firmado em 2018 entre a prefeitura e a Estapar, empresa responsável pelo estacionamento rotativo no município, previa 2.254 vagas. Com o passar do tempo, esse número foi diminuindo e atualmente existem 1,8 mil espaços, número que agora vai cair para 1.366, uma queda de 40% na comparação com o acordo inicial.

O prefeito Chico Sardelli (PV) confirmou que a redução começa a valer em até três meses. A cobrança será retirada de ruas onde as estatísticas apontam que há menos uso. Dois pontos já foram definidos: a Rua Carioba (pós-linha férrea) e as laterais do Mercado Municipal.

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Americana, Rafael de Barros, completou que um estudo está sendo desenvolvido para definir as ruas que deixarão de fazer parte da Área Azul.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

É fato que mudanças eram necessárias. O desgaste sobre o assunto era tanto, que no fim do ano passado o prefeito chegou a afirmar, durante participação no programa Gold Morning, da Rádio Gold 94,7, que estava de “saco cheio” da Estapar. A fala veio dois meses depois da empresa tentar reajustar o valor pago pelos motoristas.

Uma das decepções de Chico na ocasião era sobre a praticidade da Área Azul, já que a Estapar opera em outros municípios sem problemas. Agora, resta saber como será a adaptação dos usuários para mais uma série de alterações no sistema. Na teoria, espera-se mais alternativas e facilidades.

O Liberal

Neste blog, você encontra a opinião do Grupo Liberal por meio dos textos editoriais. Há mais de 70 anos, no coração e no espírito, compromisso com a verdade.