24 de fevereiro de 2024 Atualizado 20:17

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Artigos de leitores

Nosso Brasil de ontem e de hoje

Citação de Rui Barbosa reflete uma profunda preocupação com a decadência dos valores morais e éticos na sociedade

Por Ronaldo Moreno

26 de dezembro de 2023, às 10h44 • Última atualização em 26 de dezembro de 2023, às 10h45

“De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos homens, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto.” (Rui Barbosa).

A citação de Rui Barbosa reflete uma profunda preocupação com a decadência dos valores morais e éticos na sociedade.

Nesse trecho, ele descreve uma situação na qual a injustiça prevalece, as pessoas desonestas são recompensadas e o poder está nas mãos daqueles que frequentemente agem de maneira arbitrária e injusta.

Diante de um ambiente em que a virtude é desencorajada e a honra é ridicularizada, as pessoas podem chegar a um ponto em que desistem de ser honestas.

Elas podem sentir vergonha de manter princípios éticos, pois parece que a desonestidade e a corrupção são as únicas maneiras de ter sucesso. O texto de Rui Barbosa é uma crítica contundente à corrupção, injustiça e à falta de integridade.

As observações de Rui Barbosa continuam a ter relevância no Brasil contemporâneo, uma vez que muitos dos desafios que ele destacou persistem. Elas nos lembram da importância de buscar um sistema mais justo, ético e transparente, promovendo a virtude, a honestidade e a responsabilidade.

O cristão, alicerçado em seus princípios de fé e moral, é convocado a não se dobrar diante da injustiça. As Sagradas Escrituras realçam a importância da justiça, da equidade e do cuidado para com os mais necessitados.

O cristão deve agir com integridade, buscar a verdade e ser um defensor daqueles que são tratados de modo injusto. Manter-se firme contra a injustiça não é apenas um imperativo moral, mas também uma expressão de sua fé e compromisso com os princípios cristãos de amor, compaixão e justiça social. 

Colaboração

Artigos de opinião enviados pelos leitores do LIBERAL. Para colaborar, envie os textos para o e-mail opiniao@liberal.com.br.