28 de setembro de 2020 Atualizado 20:26

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

A Cidade É Nossa

No tempo dos poucos carros…

Por J.C. Nascimento

13 jun 2020 às 08:22

Doutor Bastião lembra-se com saudade do trânsito tranquilo ainda com poucos carros, das bicicletas, charretes e carroças. Depois o progresso trouxe muita movimentação.
· · ·
Hoje seus ouvidos registram bastante barulho de veículos e de motos. Escapamentos abertos e outros meios que perturbam demais. Aliás, como é feita a fiscalização?
· · ·
Sábado que vem começa o inverno, mas antes deveremos ter quedas na temperatura.
· · ·
E o preocupado que escolhe lugar para tocar a mão e não se contaminar quando em local diferente do seu? De repente fica sabendo que a maioria toca nesse mesmo lugar que ele tocou.
· · ·
Quantas vezes Timaio já disse da necessidade de fiscalizar a bagunça de fios nos postes. Tem fios demais ou eles estão caídos e oferecendo perigo. Até hoje não se vê providências para melhorar.
· · ·
Tio Amin tem observado que motorista na Avenida Brasil vira a toda e entra na rua Florindo Cibin. Os que estão nesta à espera de abertura do sinal assustam-se com tais viradas perigosas.
· · ·
Embora os Motoboys prestem bom serviço, se avolumam as queixas de vizinhos. Dizem que eles ocupam vagas de fregueses, além da sujeira que deixam.
· · ·
Devemos olhar para as pessoas com olhar misericordioso para ajudá-las e não julgar ou condenar! Todo cristão é alimentado pelo Senhor! (Padre Itamar)
· · ·
Ficamos por aqui. Antes, até hoje comerciantes e funcionários tomaram conta das ruas e deixaram pessoas que queriam estacionar sem vagas. Segunda-feira volta o estacionamento da Estapar.

J.C. Nascimento

Coluna assinada pelo jornalista e corretor J.C. Nascimento. Há mais de 40 anos contando causos de Americana por meio de personagens já conhecidos do público.