15 de abril de 2024 Atualizado 23:49

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Flash!

NFTs: não é sobre macacos

Realidade da NFT promete ser bem menos glamourosa – e mais útil para o “mundo real

Por João Brunelli

08 de janeiro de 2023, às 10h55

A tecnologia NFT ainda está dando seus primeiros passos. E ela é mais importante do que você imagina. Existe uma chance razoável de que “garotos ricos pagando centenas de milhares de dólares num JPG de um macaco” seja a imagem que defina este capítulo da história da tecnologia para as futuras gerações.

E, apesar das notícias darem a entender que os NFTs e o mercado da arte estão intrinsecamente ligados, a verdade é que os non fungible tokens não são e nunca serão arte. Até porque arte é arte. NFT é a tecnologia que está sendo usada para registrar a propriedade desta arte.

Só para refrescar a memória, NFT é um registro digital de posse para algo único, que pode ou não ter um valor em dinheiro, como uma obra de arte ou um documento. Explico: uma nota de R$ 50 tem um valor definido e é fungível – ou seja, pode ser trocada por outra nota de R$ 50, cinco de R$ 10, e por aí vai.

Já a Monalisa, o Davi de Michelangelo ou um retrato de seus bisavós não são fungíveis. Eles não têm um valor financeiro pré-definido e nem podem ser trocados por outra coisa.

Foi a possibilidade de comprar um bem digital não-fungível que abriu o espaço para a especulação que fez com que os avatares do Bored Ape Yacht Club atingissem valores estratosféricos e conquistassem manchetes ao redor do mundo.

Mas a realidade da NFT promete ser bem menos glamourosa – e mais útil para o “mundo real”. A tecnologia já é usada para identificação em alguns tipos de assinatura digital e na comercialização de créditos de carbono. No futuro, seu histórico médico, seus documentos, o registro de sua casa e de seu automóvel e até mesmo os dados que Google e Facebook recolhem sobre você poderão estar sob a égide do NFT – o que significa que eles pertencem a você e apenas a você.

Claro, a tecnologia ainda tem muito a evoluir, principalmente no que diz respeito aos impactos ambientais da tecnologia blockchain. Mas o que importa é que a NFT já deu o primeiro passo. E na direção correta. 

João Brunelli
Publicitário
joao@lampejos.com.br

Fabio Fonçati e João Brunelli

Assinada pelos publicitários Fabio Fonçati e João Brunelli, a coluna fala sobre as transformações da tecnologia e do comportamento humano