22 de outubro de 2020 Atualizado 13:24

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Editorial

Multa aos sem máscara

Por Redação

01 jul 2020 às 08:34

Numa tentativa de incentivar o uso de máscaras, o governador João Doria anunciou uma multa para cidadãos e estabelecimentos que descumprirem o uso da proteção que é obrigatória em todo o Estado desde o início de maio. Segundo o governador, a intenção da medida não é ser punitiva, mas de caráter de orientação e prevenção à transmissão do novo coronavírus (Covid-19).

As pessoas que forem flagradas sem máscaras em espaços públicos, como praças e ruas, poderão ser multadas em R$ 500. Já os estabelecimentos poderão ter multas maiores, de R$ 5 mil por cliente sem a proteção a cada fiscalização.

O uso da máscara é uma das principais formas de prevenção à contaminação, assim como o isolamento e o distanciamento social. Em uma conversa entre duas pessoas com máscara, por exemplo, o risco de uma delas se contaminar se a outra tiver o vírus é considerado baixo. Quando a máscara é usada apenas pela pessoa doente, as chances de contágio aumentam, e são altas quando nenhuma delas a utiliza.

O crescimento dos casos também é acompanhado de um número maior de pessoas ainda com o vírus ativo no organismo. Tendo em vista que, em muitos casos, os infectados são assintomáticos, há um grave risco de contaminações. Em vigor desde maio, porém, a obrigatoriedade do uso de máscara é, aparentemente, cada vez mais desrespeitada nas ruas e em confraternizações e encontros que ocorrem indevidamente.

Este cenário talvez seja diferente nos próximos dias por conta do novo anúncio, da punição, mas, sem uma fiscalização mais efetiva e perceptível na comunidade – o que pouco se percebe atualmente –, não causaria espanto se a utilização das máscaras voltasse a ser ignorada pelos que não respeitam a saúde coletiva.

O Liberal

Neste blog você encontra a opinião do Grupo Liberal de Comunicação, por meio dos textos editoriais publicados na edição impressa.