27 de setembro de 2020 Atualizado 12:26

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Editorial

Mais consciência

Por Redação

23 jun 2020 às 08:26

Quem circula pelas ruas em Americana e região pode se imaginar bem longe do cenário de uma pandemia de um vírus se espalhando e fazendo cada vez mais vítimas por aqui. É impressionante, nos últimos dias, a normalidade com que muitos têm retomado a rotina de antes desta crise sanitária. Há bares e botecos abertos, lojas que ignoram os horários de funcionamento e as regras de atendimento, campos de futebol society a pleno vapor, academias funcionando e cada vez mais gente nas ruas sem máscara. Sem contar os encontros da vida privada.

O desprezo ao coronavírus parece crescer na mesma proporção em que os casos positivos e os óbitos. Nesta segunda-feira, por exemplo, o interior do Estado ultrapassou a capital paulista em número de confirmações, o que demonstra o avanço já previsto da pandemia.

O LIBERAL tem mostrado esta perigosa evolução insistentemente. Na mais recente reportagem, informou-se que o mês de junho já concentra mais da metade de todos os casos de coronavírus registrados em Americana. Nesta segunda-feira, a cidade bateu recorde de novos casos divulgados em um único dia – foram 40.

A população precisa reverter o comportamento que trata esta doença como se ela tivesse um alvo específico ou de que suas consequências não passam de uma gripe forte. O vírus está entre nós, infectando e matando cada vez mais pessoas, com uma velocidade maior e que pode vir a ser um problema ao sistema de saúde. Em meio a esta situação, some-se a incapacidade – para não dizer vista grossa – do poder público de fiscalizar e punir quem desrespeita as proibições do período, o que para quem as cumpre é tamanho desaforo.

A consciência desta e de outras comunidades é que medirá o rastro de mortes e adoentados que o coronavírus fará. Quanto menor ela for, não esperem por boas notícias.

O Liberal

Neste blog você encontra a opinião do Grupo Liberal de Comunicação, por meio dos textos editoriais publicados na edição impressa.