22 de outubro de 2020 Atualizado 14:14

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Editorial

Decisão compartilhada

Por Redação

01 out 2020 às 09:20

Um decreto publicado no Diário Oficial pela Prefeitura de Americana decidiu como será o retorno de um dos setores mais afetados pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o ensino. A medida da administração decide um dos assuntos mais polêmicos desta retomada, que, na verdade, ainda divide a opinião de pais e professores.

Conforme o decreto, a prefeitura autorizou a volta do ensino presencial em escolas particulares e estaduais a partir do dia 3 de novembro. O retorno dos alunos, entretanto, deve ter o apoio de ao menos 35% dos pais, registrado em consultas feitas pelas escolas.

Em entrevista ao LIBERAL, a secretária municipal de Educação, Evelene Ponce Medina, explicou que o governo propôs um formato compartilhado de decisão sobre a volta, de maneira que a comunidade de pais também pudesse participar. Além da consulta, as escolas deverão apresentar um plano de protocolos sanitários.

Ainda na terça-feira, quando o decreto da prefeitura foi publicado, o LIBERAL questionou e obteve respostas de ao menos cinco escolas particulares do município, que disseram que pretendem retomar as aulas. Já nas unidades estaduais, consultas continuam sendo feitas, segundo a Diretoria de Ensino.

O método decretado pela prefeitura, de compartilhar a responsabilidade e os planos de volta às aulas presenciais com os pais de alunos, parece o mais razoável a se fazer no momento, especialmente por se tratar de uma pandemia em curso. Segundo a secretária, as consultas ajudaram o governo a decidir pelo não retorno das aulas no ensino municipal, já que menos de 20% dos pais de alunos da rede se mostraram favoráveis ao retorno.

É esperado que gestores escolares deem a devida atenção ao que pensam as famílias, para que uma possível retomada seja segura. Há tempo para ouvi-las e decidir pela opção mais consciente.

O Liberal

Neste blog você encontra a opinião do Grupo Liberal de Comunicação, por meio dos textos editoriais publicados na edição impressa.