25 de setembro de 2020 Atualizado 22:01

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Editorial

Conta que não fecha

Por Redação

08 ago 2020 às 08:00 • Última atualização 07 ago 2020 às 23:22

Como o LIBERAL mostrou com destaque na edição desta sexta-feira, os vereadores da Câmara de Americana aprovaram por unanimidade o projeto de lei que proíbe os ônibus da cidade de transportarem passageiros em pé durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

De autoria do vereador Gualter Amado (Republicanos), o objetivo da proposta, que ainda precisa passar por uma segunda discussão e pode ser vetada pela administração municipal, é evitar aglomerações e reduzir a proliferação da doença.

Não há dúvidas de que qualquer cuidado que vise preservar a vida em meio à pandemia deve receber apoio. Entretanto, alguns pontos precisam ser analisados caso a medida passe a vigorar.

Este jornal já publicou, em mais de uma oportunidade, os sacrifícios da população americanense no transporte urbano. Em tempos de Covid-19, eles aumentaram exponencialmente, já que a frota diminuiu e os veículos estão sempre lotados.

A questão principal em um cenário de aprovação: como será realizada a fiscalização? Como garantir que a Sancetur – concessionária que opera o serviço no município há quase dois anos por meio de contratos emergenciais e vem pedindo aporte financeiro da prefeitura para funcionar – realmente seguirá o proposto?

De acordo com o projeto, a proibição de passageiros em pé será válida enquanto perdurar o decreto de calamidade pública, e também impede que a empresa reduza a frota enquanto houver demanda.

Desde o início da quarentena, o número de ônibus em circulação caiu de 69 para 27, distribuídos em 16 linhas, de segunda a sábado.

A matemática é simples. Com a obrigatoriedade de menos pessoas dentro dos ônibus, mais veículos deveriam ser colocados na rua para que não fiquem lotados. E se a Sancetur já disse que não tem condições de alterar a frota por falta de dinheiro, a conta não fecha. Resta aguardar o desenrolar da história.

O Liberal

Neste blog você encontra a opinião do Grupo Liberal de Comunicação, por meio dos textos editoriais publicados na edição impressa.