26 de maio de 2024 Atualizado 08:38

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Artigos de leitores

A superação da indústria

Por Rafael Cervone

23 de abril de 2024, às 08h21

A Pesquisa Fiesp de Intenção de Investimento em 2024 demonstrou a capacidade de superação da indústria. Apesar das históricas dificuldades de acesso ao crédito e das elevadas taxas de juros, cresceu a disposição do parque fabril paulista de aplicar recursos em máquinas, equipamentos, instalações, inovação e P&D.

Dentre os entrevistados, 57% pretendem investir este ano, ante 43% em 2023. Mas é crucial entender por que 30% não farão e 13% ainda não decidiram. A resposta é dada pelo próprio levantamento: elevada carga tributária, baixa taxa de expansão do PIB, comprometendo o retorno do dinheiro despendido, e crédito restrito.

Há, também, os empecilhos enfrentados pelas pequenas e médias empresas para conseguir, por meio do sistema financeiro, contratar linhas especiais do BNDES. Foi citada, ainda, a necessidade de isentar as operações creditícias do ICMS.

A pesquisa permite inferir que o cumprimento integral do plano NIB (Nova Indústria Brasil) é estratégico, em especial o aporte de R$ 300 bilhões em financiamentos até 2026. Em todas as frentes, passando pela redução dos juros, é fundamental elevar a taxa de investimentos no Brasil, que foi de 16,5% do PIB em 2023 (fonte: IBGE), ante os 25% necessários para alavancar o desenvolvimento.

Os industriais paulistas demonstraram sua capacidade de superação ao aumentarem sua disposição de investir. Porém, para que o País cresça de maneira mais significativa são decisivas medidas para destravar os financiamentos. 

Rafael Cervone
Presidente do Ciesp e primeiro vice-presidente da Fiesp

Colaboração

Artigos de opinião enviados pelos leitores do LIBERAL. Para colaborar, envie os textos para o e-mail opiniao@liberal.com.br.