01 de outubro de 2020 Atualizado 09:38

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Editorial

À mercê dos números

Por Grupo Liberal

02 abr 2020 às 11:30 • Última atualização 27 abr 2020 às 11:31

Conforme adiantado com exclusividade pelo LIBERAL em seu site na noite de terça-feira, a Prefeitura de Americana recuou nas permissões que fez a estabelecimentos comerciais durante a quarentena imposta pelo governo do Estado por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Nesta quarta, a administração municipal publicou decreto que revoga medidas que liberavam, por exemplo, salões de beleza para voltarem a funcionar.

Com isso, o comércio de Americana volta, nesta quarta, a seguir as determinações do governador João Doria, em prática desde 24 de março e com previsão para durar até 7 de abril. Há indefinição, porém, sobre os passos seguintes desta quarentena que, até então, tem dividido a população. Associações comerciais, por exemplo, tentam flexibilizar a volta das atividades, com sucessos pontuais, por ora.  

Na segunda-feira, durante mais uma coletiva de imprensa sobre a pandemia, o secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann, disse que não deveria haver necessidade de prorrogar o isolamento. Isso, segundo o secretário, de acordo com os números que vinham sendo registrados até então, o que torna desnecessário ainda um lockdown, o fechamento total do Estado.

Nesta quarta-feira, em nova coletiva, Doria evitou discutir prazos, mas não endossou a previsão do secretário. Segundo o governador, a decisão sobre se prorrogará ou encerrará a quarentena será tomada apenas na segunda-feira, um dia antes do prazo.

O avanço dos casos é o que vai ditar os próximos passos. Em São Paulo, a quarta-feira foi marcada pelo maior número de óbitos confirmados em 24h no Estado até então. Da mesma forma, as confirmações também aumentam. Seria muito otimismo acreditar que a pandemia será freada até a próxima segunda. Portanto, é preciso se preparar. As chances de o isolamento continuar são grandes.

O Liberal

Neste blog você encontra a opinião do Grupo Liberal de Comunicação, por meio dos textos editoriais publicados na edição impressa.