07 de julho de 2022 Atualizado 14:36

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Região

Prefeituras mudam discurso e agora permitem festas privadas de Carnaval

Apesar de decisão divulgada em janeiro por prefeitos da RMC, cidades da região não falam em barrar eventos

Por Maria Eduarda Gazzetta

26 de fevereiro de 2022, às 08h20 • Última atualização em 26 de fevereiro de 2022, às 11h06

Prefeituras da região mudaram o discurso e agora não fazem objeções a festas particulares de Carnaval. Em janeiro, durante reunião entre os 20 municípios que compõem a RMC (Região Metropolitana de Campinas), havia sido acordado que além do Carnaval de rua, as festas em bares, clubes e blocos também seriam vetadas. Na época, a medida havia sido motivada pela alta de casos e internações pelo coronavírus (Covid-19).

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Em Americana, Santa Bárbara e Nova Odessa, festas privadas já são anunciadas. Na primeira cidade, uma casa de eventos estava programada para receber cantores e DJs, nesta sexta-feira à noite.

Hoje, uma outra casa noturna prepara um bloco carnavalesco destinado ao público LGBTQIA+. A organização diz que é obrigatória a apresentação do comprovante de vacina, o uso de máscara e a capacidade do local será reduzida e limitada. Um clube da cidade também vai promover uma festa, amanhã, prevendo carteira de vacinação e ocupação reduzida.

Questionada pelo LIBERAL nesta sexta, a Prefeitura de Americana afirmou que “os clubes seguem funcionando normalmente, independentemente do tema escolhido” e que vai priorizar a orientação sobre os protocolos sanitários, como distanciamento social, álcool em gel e uso de máscaras.

Em Santa Bárbara d’Oeste, a sede de uma cervejaria será palco de um bloco de Carnaval, com banda e concurso de fantasia, amanhã. A prefeitura diz que o estabelecimento foi orientado. O local garante que a capacidade de lotação será controlada e terá ambiente seguro.

Um clube da cidade também promove programação completa, agendado para começar nesta sexta até terça-feira, com shows, blocos e matinês. Segundo a prefeitura, a recomendação é respeito às normas sanitárias vigentes.

Em Nova Odessa, um boteco vai promover apresentações especiais até a próxima segunda. De acordo com os organizadores, para os quatro dias de programação, a Avenida João Pessoa, uma das principais da cidade, será interditada no perímetro do bar, pelo departamento de trânsito, o que a prefeitura nega. A organização salienta o uso de máscara e álcool em gel.

A administração respondeu que segue valendo o que foi decidido pelos prefeitos na reunião. “Estão vedados quaisquer tipos de eventos musicais de Carnaval que gerem aglomeração”, afirma a prefeitura. No entanto, “os estabelecimentos podem manter seu atendimento cotidiano normalmente, desde que sem bailes, folias, marchinhas”.

VENDAS. A chegada do Carnaval tem movimentado parte do comércio em Americana. A gerente de uma loja especializada em fantasias, na Cidade Jardim, diz que a venda dos artigos para o Carnaval aumentou em 30% para adultos este ano, se comparado com o mesmo período do ano passado. “Ainda não está normal como antes da pandemia, mas já aumentou bastante”, avaliou Flávia Fuza.

As vendas de fantasias infantis também aumentaram em uma loja de departamentos no Centro da cidade. “Este ano está bem mais movimentado, até porque as crianças voltaram para as escolas e lá tem as festinhas”, disse Mário Zanini.

Publicidade