06 de dezembro de 2021 Atualizado 15:32

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

CORONAVÍRUS

Americana reduz intervalo entre doses da Pfizer para 21 dias a partir de quinta

Antecipação vale somente para adultos; redução já vale nesta quarta em Santa Bárbara e Sumaré

Por Pedro Heiderich

19 out 2021 às 17:13 • Última atualização 19 out 2021 às 19:15

Redução de intervalo não vale para adolescentes – Foto: Divulgação/Prefeitura de Santa Bárbara

Americana vai reduzir o prazo de intervalo entre a primeira e a segunda dose da vacina contra o novo coronavírus (Covid-19) da Pfizer, de oito semanas (56 dias) para três semanas (21 dias). A antecipação vale apenas para os adultos.

Os adolescentes que tomaram a primeira dose da Pfizer seguem com prazo de oito semanas para finalizar a vacinação.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Segundo a prefeitura, a medida entra em vigor apenas na quinta-feira (21), porque a cidade já havia preenchido o agendamento de quarta-feira com moradores que atingiram o intervalo de oito semanas entre as doses. Agendamento segue sendo realizado através do site da prefeitura.

Na região, as prefeituras de Santa Bárbara d’Oeste e Sumaré anunciaram que a redução já passa a valer nesta quarta. Em ambos os municípios não é necessário agendamento para ser imunizado.

Em Santa Bárbara, a campanha ocorre de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h30, nos ginásios municipais Djaniro Pedroso (Centro) e Mirzinho Daniel (Jardim São Francisco), e na Casa de Maria (Jardim das Laranjeiras).

Já em Sumaré, a vacina é ministrada nos moradores de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h, nas unidades de saúde ou no Centro Esportivo Vereador José Pereira, no Vila Yolanda Costa e Silva.

Histórias do Coração merecem ser contadas toda semana.

Os municípios seguem orientação da Secretaria Estadual de Saúde, que permitiu a redução do intervalo da aplicação da Pfizer de oito para três semanas nesta segunda-feira (18).

Hortolândia e Nova Odessa ainda não se pronunciaram sobre a antecipação, mas os municípios têm seguido o governo estadual.

Segunda redução

É a segunda redução anunciada pelo governo estadual envolvendo a aplicação das doses da Pfizer. No final de setembro, o Estado autorizou, para todos os públicos, a antecipação do intervalo de doze semanas (84 dias) para oito semanas.

Publicidade