15 de junho de 2024 Atualizado 17:54

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Brasil e Mundo

PL pode expulsar deputado que votou contra cassação de Janones por prática de ‘rachadinha’

Por Agência Estado

06 de junho de 2024, às 14h32

Após votar contra a cassação de André Janones (Avante-MG) pela acusação de receber parte dos salários de seus funcionários – no esquema conhecido como “rachadinha” -, o deputado Junior Lourenço (PL-MA) pode ser expulso de sua legenda. Dos cinco deputados da bancada do PL no Conselho de Ética da Câmara, que analisava o processo contra Janones, Lourenço foi o único que votou pela absolvição.

O Partido Liberal ainda não se manifestou oficialmente sobre o caso. Procurado, o deputado Júnior Lourenço também não se pronunciou.

O deputado Nikolas Ferreira (PL-MG) publicou, em seu perfil no X (ex-Twitter) que a sigla vai desfiliar Lourenço em razão de seu posicionamento. O maranhense foi um dos 12 parlamentares que votou favoravelmente ao relatório de Guilherme Boulos (PSOL-SP), que solicitou o arquivamento da denúncia.

“O deputado Júnior Lourenço, que votou para livrar Janones da cassação, será expulso do PL”, afirmou Nikolas. Outro congressista da oposição, Mauricio Marcon (Podemos-RS), afirmou esperar que o maranhense deixe o partido. “Esse é o deputado do PL Junior Lourenço (PL/MA) que votou para absolver o Janones. Espero que seja expulso do partido. Obs: Ele vota quase 70% com Lula”, tuitou.

Na publicação, Marcon anexou uma foto de Lourenço com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) indicado por Lula, Flávio Dino. Antes de ocupar a Suprema Corte, Dino foi ministro da Justiça e Segurança Pública do petista, e aliado político de longa data.

Publicidade