OAB pede à PF inquérito por ameaças e ofensas contra presidente da entidade

Uma delas é por "ameaças e ofensas" que teriam sido feitas ao presidente da entidade, Felipe Santa Cruz, a outra por fraude contra ele


O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB Nacional) protocolou duas notícias crime na Superintendência Regional da Polícia Federal no Distrito Federal. Uma delas é por “ameaças e ofensas” que teriam sido feitas ao presidente da entidade, Felipe Santa Cruz, a outra por fraude contra ele.

A OAB destaca manifestação de um usuário do Facebook que publicou: “Você não passa de um comunista igual ao seu pai. Se acha um semideus porque anda de carro blindado. Não se esqueça que existe .50 BMG e explosivo C-4”.

A assessoria de comunicação da OAB Nacional informou que a entidade solicitou abertura de inquérito policial para averiguar os fatos e, se constatada a prática de ilícito penal, o envio dos autos ao Ministério Público.

A OAB foi à PF na segunda-feira, 29, e divulgou o caso nesta sexta-feira, 2. “O presidente Felipe Santa Cruz confia que a Polícia Federal fará toda a investigação necessária para elucidar os casos”, diz a entidade máxima da Advocacia, em nota.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora