No Twitter, Bolsonaro fala de Venezuela e medidas de combate a coronavírus


Depois de dias minimizando os efeitos do avanço da pandemia de coronavírus no Brasil e no mundo, o presidente da República, Jair Bolsonaro, utilizou sua conta pessoal no Twitter, nesta manhã, para falar das medidas que seu governo vem adotando para tentar conter o avanço deste vírus.

“Considerando a incapacidade do regime ditatorial venezuelano de responder à epidemia do covid-19, o governo brasileiro adotará medidas restritivas na fronteira com a Venezuela, de modo a garantir a segurança e a saúde do nosso povo, em especial da região Norte do país”, disse o mandatário.

Segundo o presidente, as medidas restritivas atendem à declaração de emergência da OMS e recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Elas estão sendo tomadas pelo prazo de 15 dias, mas podem ser prorrogadas conforme recomendação técnica da Anvisa.

“Serviços essenciais como transporte de cargas estão mantidos”, disse ele no Twitter.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora