05 de março de 2021 Atualizado 22:55

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Política

Grupos da direita repetem esquerda e pedem saída de Bolsonaro no Rio

Por Agência Estado

24 jan 2021 às 19:04 • Última atualização 24 jan 2021 às 19:16

Quatro anos depois de irem às ruas pedir o impeachment da ex-presidente da República Dilma Rousseff e dois anos após apoiar a eleição do presidente da República, Jair Bolsonaro, grupos como Vem pra Rua e Movimento Brasil Livre organizaram neste domingo, no Rio, carreata para pedir a saída do atual mandatário, alegando traição às promessas feitas durante a campanha, em 2018.

O evento segue o realizado no sábado, 23, pela esquerda, que teve maior força em Brasília e no Rio de Janeiro. Neste domingo, foi a vez de São Paulo, que reuniu mais participantes para pedir o impeachment de Bolsonaro.

Com encontro marcado pelas redes sociais e Whatsapp para 10h30 no estacionamento de um supermercado da Barra da Tijuca, zona oeste da cidade, a carreata repetiu a do sábado com buzinaços e gritos de “Fora, Bolsonaro”. O volume de carros, porém, não chegou a merecer o acompanhamento em tempo real do Centro de Operações do Rio (COR), que no sábado monitorou a carreata da esquerda do começo ao fim.

A Polícia Militar também não registrou nenhuma ocorrência na cidade, segundo informou ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

Nas redes sociais, vídeos mostravam a fila de carros dos manifestantes, que percorreram a zona sul e encerraram a carreta antes do início da prova do Enem, para não causar problemas, segundo uma das participantes declarou nas redes sociais.

Publicidade