Governo fará reunião sobre infecção de Wajngarten e monitoramento de Bolsonaro


O governo fará na tarde desta quinta-feira, 12, reunião com representantes da Presidência da República e do Ministério da Saúde sobre a infecção do Secretário de Comunicação, Fábio Wajngarten, e o monitoramento do presidente Jair Bolsonaro para novo coronavírus.

O jornal O Estado de S. Paulo antecipou o resultado positivo de Wajngarten para a doença e o monitoramento de Bolsonaro.

Segundo o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, “medidas devem ser tomadas” após a confirmação do diagnóstico do secretário, mas não há ainda um plano específico para evitar infecção de autoridades. “Há plano para todas as pessoas”, disse.

“Vamos participar de reunião com responsáveis pela saúde do presidente e com todo o staff da Presidência para cuidar deste assunto. Não vamos anunciar nada do que ainda não combinamos com a equipe médica do presidente. Com a confirmação do Fábio Wajngarten, medidas deverão ser tomadas”, afirmou Gabbardo.

O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira, evitou tratar do caso específico de Wajngarten e do monitoramento sobre o presidente. “Recomendamos que todos os casos suspeitos façam o teste. Contato de caso confirmado deve ficar em monitoramento, fazer acompanhamento”, disse.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora