25 de junho de 2024 Atualizado 07:59

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Política

Freixo aciona MPF para apurar Michelle Bolsonaro por tráfico de influência

Por Agência Estado

01 de outubro de 2021, às 13h34 • Última atualização em 01 de outubro de 2021, às 13h58

Após denúncia que acusa a primeira-dama da República, Michelle Bolsonaro, de agir para favorecer empresas amigas e adeptas do bolsonarismo no auge da pandemia da covid-19, o líder da Minoria na Câmara, Marcelo Freixo (PSB-RJ), anunciou que acionou o Ministério Público Federal (MPF) para que Michelle seja investigada por tráfico de influência.

“Acabo de acionar o MPF para que Michelle Bolsonaro seja investigada por tráfico de influência”, declarou o parlamentar no Twitter nesta sexta-feira. “Michelle Bolsonaro interferiu na Caixa Econômica para que empresários bolsonaristas fossem favorecidos com empréstimos do governo. Vamos exigir investigação”, afirmou em outra publicação.

Nesta manhã, a revista Crusoé divulgou uma matéria em que acusa a esposa do presidente Jair Bolsonaro de agir, pessoalmente, para favorecer empresas amigas e adeptas do bolsonarismo na pandemia. De acordo com a reportagem, Michelle atuou para que apoiadores de seu marido fossem beneficiados no Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). Empréstimos foram liberados pela Caixa depois que ela falou com o presidente do banco, Pedro Guimarães, e enviou e-mails com lista de indicados.

O Estadão questionou o Palácio do Planalto sobre o assunto. Não houve resposta até a publicação deste texto.

Publicidade