‘Foi agora? Bolsonaro nem sabe’, diz Heleno sobre prisão de assessor de ministro


O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, disse não ter conhecimento da prisão de Mateus Von Rondon, assessor especial do ministro do Turismo. Segundo ele, o presidente, Jair Bolsonaro, também não deve ter recebido informação sobre o assunto até o momento.

“Nem sabia. Foi agora? Bolsonaro nem sabe, garanto que ele não sabe”, disse Heleno, questionado sobre o assunto. O ministro falou com jornalistas por volta das 21h em Osaka, no Japão (9h no horário de Brasília), quando Bolsonaro já havia subido de volta de um jantar para o quarto do hotel onde está hospedado para os compromissos do encontro do G-20.

A Polícia Federal (PF) prendeu nesta quinta-feira em Brasília Mateus Von Rondon, assessor especial do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, no âmbito da Operação Sufrágio Ostentação, que investiga supostas candidaturas laranjas do PSL em Minas Gerais na eleição de 2018. Também foi preso, em Minas, o ex-coordenador da campanha eleitoral do ministro Roberto Silva Soares. A operação foi deflagrada pela PF de Minas Gerais.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora