Desentendimento próximo a ato pró-Bolsonaro termina com pessoa baleada


Uma pessoa foi baleada na Avenida Paulista a menos de duas quadras de onde acontecia o protesto pró-Bolsonaro neste domingo, dia 15, em São Paulo. A Polícia Militar confirmou ao jornal O Estado de S. Paulo que houve uma ocorrência as 16h55 que resultou em uma vítima atingida por arma de fogo.

Ela foi socorrida e levada ao Hospital das Clínicas. Ainda não há informações sobre seu estado de saúde. O protesto, que já começava a dispersar na hora do tiro, terminou pouco antes das 18h. A manifestação foi realizada na própria Avenida Paulista, entre a rua Ministro Rocha Azevedo – a cerca de 200 metros do incidente – e a Alameda Campinas.

O episódio ocorreu em frente ao Shopping Center 3. De acordo com a fotógrafa e escritora Caroline Alves, que estava em frente ao prédio no momento da ocorrência, alguns manifestantes começaram a se desentender e se bater. Logo em seguida, um homem vestindo uma camiseta de time e uma bandeira do Brasil teria sacado uma arma de fogo e disparado contra a vítima.

“Ele simplesmente levantou a sua camiseta, sacou a arma e efetuou um disparo”, narrou ao jornalO Estado de S. Paulo. Nessa hora, todos saíram correndo para dentro do shopping ou para outro lugar”, completou. Ela explica que atravessou a rua para procurar um local seguro e que uma viatura chegou em seguida e fez a abordagem.

Algumas pessoas passaram mal e foram socorridas”, afirmou. Ainda segundo a fotógrafa, os presentes afirmaram que a pessoa baleada era uma mulher.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora