19 de junho de 2024 Atualizado 11:49

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Mundo

Ucrânia afirma ter atingido avião de guerra russo Su-57, considerado um dos mais avançados

Por Agência Estado

09 de junho de 2024, às 16h07

A Ucrânia anunciou que suas forças atingiram um avião de guerra russo Su-57 em uma base aérea situada a aproximadamente 600 quilômetros da linha de frente. Este ataque foi possível graças à autorização dos aliados ocidentais da Ucrânia, que permitiram o uso de suas armas para ataques limitados dentro da Rússia.

O serviço de inteligência militar de Kiev divulgou imagens de satélite que supostamente mostram os danos causados pelo ataque, que teria ocorrido no sábado (8) na base de Akhtubinsk, no sul da Rússia. A natureza exata das armas utilizadas não foi especificada, embora a distância do alvo sugira o uso de drones.

Este ataque segue a recente permissão dos Estados Unidos e da Alemanha para que a Ucrânia utilize armas de longo alcance fornecidas por eles contra alvos em solo russo. Essa decisão faz parte de uma nova estratégia aprovada pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, que permite o uso de armas americanas com o objetivo de defender a cidade de Kharkiv.

O avião Su-57, descrito como um dos mais avançados do arsenal russo, é capaz de transportar mísseis Stealth a longas distâncias. Relatórios indicam que as forças armadas russas receberam mais de 10 novos Su-57s no último ano, com planos de produzir um total de 76 até 2028.

A Rússia não comentou sobre o ataque. No entanto, o Ministério da Defesa da Rússia reportou a derrubada de três drones ucranianos na região de Astrakhan, onde se localiza a base de Akhtubinsk, no sábado.

Desde o início da invasão em larga escala pela Rússia, a Ucrânia tem intensificado a produção de drones e realizado ataques profundos dentro do território russo, incluindo um ataque a um terminal de gás próximo a São Petersburgo. Fonte: Associated Press.

Publicidade