04 de junho de 2020 Atualizado 15:27

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

OMS: transição da quarentena exige testes para controle de vírus

Organização defende aplicação em massa de testes para avançar ou não no relaxamento das quarentenas no mundo

Por Agência Estado

06 abr 2020 às 14:02 • Última atualização 06 abr 2020 às 18:59

O comando da OMS (Organização Mundial de Saúde) defendeu que a transição para o fim da quarentena em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19) exige um método que inclui testes na população para se descobrir e controlar a disseminação do vírus, isolando os doentes.

Durante entrevista coletiva nesta segunda-feira, a entidade foi questionada sobre a melhor solução para, após o pico da pandemia, os governos organizarem a volta ao normal das atividades.

Clique aqui e se inscreva no nosso canal do Telegram e receba as notícias no seu celular!

Diretor executivo da OMS, Mike Ryan afirmou que o fim da quarentena pode ter de ser feito em etapas. A cada uma delas, as autoridades terão de continuar a testar a população para ver como a doença se dissemina e, a depender desse ritmo, avançar ou não no relaxamento das quarentenas, comentou. Além disso, Ryan enfatizou a importância de haver leitos livres nesse momento para receber os novos casos que fatalmente surgirão. “É preciso avaliar as pessoas testadas e projetar cenários” para a saída da quarentena.

A OMS disse também que alguns modelos epidemiológicos apontam que existem muitas contaminações por coronavírus ainda não detectadas, por isso a importância de se testar a população para conseguir um retrato mais preciso do problema. No quadro atual, a entidade lembrou que é um “risco” se realizar reuniões públicas de pessoas, por isso a OMS está em contato com lideranças religiosas para desaconselhar essas práticas, no momento.

Saiba tudo sobre o coronavírus, o que ele provoca e como se prevenir

Ryan mencionou ainda o fato de que muitos países no mundo não estão em “lockdown”, mesmo em áreas com risco de disseminação maior da doença. A OMS diz que incentiva a restrição da mobilidade nesses casos, embora também tenha lembrado que nos países mais pobres há mais dificuldades para se levar adiante tal estratégia. De qualquer modo, a OMS afirmou, sem entrar em detalhes, que é preciso nesses casos ver como conduzir essas restrições.

São Paulo

O governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou na tarde desta segunda-feira (6) a prorrogação por mais 15 dias da quarentena para evitar a disseminação do novo coronavírus (Covid-19). Agora, o período vai até 22 de abril.

Além da Capa, o podcast do LIBERAL

Com o contexto da pandemia do novo coronavírus, palavras como quarentena e isolamento se tornaram populares, sendo utilizadas com frequência na mídia e nos pronunciamentos de governantes. Mas, afinal, como elas se diferem? O Além da Capa aborda a distinção entre o significado de ambas nesta sexta-feira.

{{1}}