21 de maio de 2022 Atualizado 11:29

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Mundo

Pentágono diz que cerca de 8.500 militares estão prontos, se Otan precisar agir

Porta-voz afirmou que está trabalhando em um pacote para tentar deter um eventual ataque russo à Ucrânia

Por Agência Estado

24 Janeiro 2022, às 18h32 • Última atualização 24 Janeiro 2022, às 19h10

O secretário de imprensa do Pentágono, John Kirby, disse nesta segunda-feira, 24, que cerca de 8.500 militares norte-americanos estão prontos, caso a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) precise agir em relação às tensões entre Ucrânia e Rússia.

O porta-voz reforçou o compromisso dos Estados Unidos com a Otan. Kirby defendeu que a administração está trabalhando em “todo um pacote” para tentar deter um eventual ataque pelo presidente russo, Vladimir Putin. Enviar tropas à Ucrânia é uma maneira de “enviar uma mensagem forte”, disse ele.

Após decisão dos Estados Unidos de preparar os soldados para um possível conflito com a Rússia na região da Ucrânia, o secretário de imprensa do Pentágono disse que ativar tropas americanas seria uma decisão da Otan.

Questionado sobre quais critérios seriam avaliados para acionar soldados americanos, Kirby reforçou que esse será um debate interno da aliança.

O porta-voz disse que a Rússia continua a agir e mover tropas em direção à Ucrânia. “Está ficando maior”, afirmou, “Nosso trabalho é garantir que, caso a Rússia faça algo, estejamos prontos para agir.”

Publicidade