China estuda estender feriado do Ano Novo para controlar surto de coronavírus – O Liberal

China estuda estender feriado do Ano Novo para controlar surto de coronavírus


Por Niviane Magalhães

As autoridades chinesas anunciaram neste domingo planos para estender o feriado do Ano Novo Lunar originalmente previsto para terminar no dia 30 de janeiro, como medida-chave para controlar o surto de coronavírus. O feriado começou em 24 de janeiro.

A decisão foi divulgada pela agência de notícias oficial da China Xinhua em comunicado depois que o grupo líder do Comitê Central do Partido Comunista da China (CPC), sobre prevenção e controle do novo surto de coronavírus, realizou uma reunião para fazer planos de trabalho.

A reunião foi presidida pelo primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, membro do Comitê Central do Partido Comunista da China e chefe do grupo.

A reunião enfatizou que o país está em um momento crucial na prevenção e controle do novo surto de coronavírus, pedindo aos comitês e governos do Partido em todos os níveis a adotarem medidas mais “decisivas, poderosas e ordenadas, científicas e bem planejadas” para conter a eficácia a propagação.

Entre as medidas enfatizadas pelo grupo estão: necessidade de concentrar e fortalecer o trabalho de prevenção na província de Hubei e na cidade de Wuhan; enviar grupos para Hubei para direcionar o trabalho na região; coordenar recursos em todo o país para priorizar o fornecimento de pessoal médico e de produtos médicos, como roupas de proteção e máscaras faciais; abrir “passagens verdes” para garantir o transporte dos suprimentos; acelerar a construção de hospitais designados para tratar pacientes infectados e transformar alguns hotéis em áreas de quarentena, entre outras.

Contato: niviane.magalhaes@estadao.com

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora