15 de junho de 2021 Atualizado 23:02

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

MAIS DUAS SEMANAS

Governo prorroga fase de transição do Plano São Paulo até dia 30 de junho

Municípios com 90% ou mais de ocupação de leitos de UTI receberão sugestões de restrições

Por Pedro Heiderich

09 jun 2021 às 14:06

O Governo do Estado de São Paulo prorrogou nesta quarta-feira (9) a fase de transição do Plano São Paulo até o dia 30 de junho.

“Devido ao aumento dos índices da pandemia do coronavírus (Covid-19), sobretudo em áreas localizadas no interior, o Centro de Contingência recomendou prorrogar por mais duas semanas a fase de transição. É uma medida de cautela, de proteção, para proteger vidas”, explica o governador.

“Para termos certeza de que seguimos de forma segura, mantendo a vida e depois pensando no crescimento econômico”.

Os municípios com 90% ou mais de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) receberão do estado sugestões de restrições mais fortes, que deverão ser analisadas e acatadas ou não pelos prefeitos.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter


Coordenador executivo do centro de contingência, João Gabbardo, destacou que sugeriu ao Governo a redução do horário de funcionamento de setores econômicos e do comércio em algumas regiões do estado.

“Então, o governo encaminhará aos municípios que estão com faixa de ocupação acima de 90% dos leitos de UTI, para que avaliem a necessidade, a pertinência, de tomar medidas mais restritivas do que as já estabelecidas na fase atual”, explica.

Em todo o Estado de São Paulo, a taxa de ocupação de leitos de UTI é de 82,1%. Em Americana, as internações voltaram ao pico da segunda onda.

“Devemos continuar alerta, garantindo que a restrição da circulação das pessoas, em 40%, o toque de recolher às 21h, diminua a circulação de pessoas, e do vírus. Saiam de casa com responsabilidade, distanciamento e uso de máscara”, frisou o Secretário de Saúde do Estado, Jean Gorinchteyn.

Questionado sobre o limite estipulado anteriormente pelo próprio o estado em relação ao número de 11 mil internados em UTI, o secretário frisou a importância de manter a fase de transição e disse que o estado está alerta e aposta na vacinação para conter uma possível terceira onda.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

O Estado de São Paulo tem 3.382.448 casos de coronavírus, sendo 115.960 óbitos. O secretário revelou que no comparativo da semana retrasada com a semana passada, houve aumento de 35,1% dos casos.

“Estamos testando mais e tivemos problema na plataforma do Esus e todos pacientes foram alocados na semana passada”, diz Jean. As internações aumentaram 0,6%. “É um leve aumento, muitos pacientes internados estão na enfermaria, o que mostra o impacto da vacinação”, aponta o secretário.

Os óbitos tiveram queda de 19,5%, mas a porcentagem pode ser alta por conta do feriado. “Pode ter caído, mas não tudo isso”.

Secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado, Patricia Ellen destacou a importância da prorrogação da fase de transição. “O toque de recolher tem sido fundamental para conter a aceleração da pandemia, que ainda requer cautela”.

Publicidade