30 de maio de 2024 Atualizado 17:14

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Brasil e Mundo

Taxas de juros têm viés de alta com pressão no câmbio e cautela na política monetária

Por Agência Estado

15 de maio de 2024, às 14h06

As taxas de juros negociadas no mercado futuro oscilam perto da estabilidade na manhã desta quarta-feira, 15, com viés de alta em todos os vencimentos, com os investidores dividindo as atenções ante uma série de indicadores e eventos do dia. Segundo o estrategista-chefe da JF Trust, Eduardo Velho, a tendência dos juros no Brasil seria de baixa nesta quarta, levando em conta a inflação nos Estados Unidos levemente abaixo do esperado e a queda dos juros dos Treasuries.

Os fatores internos fazem contraponto a esse movimento, com a persistência de incertezas quanto à política monetária doméstica e também com a pressão no câmbio, refletindo cautela depois da demissão de Jean Paul Prates da presidência da Petrobras. “Intervenção fiscal e ingerência política na Petrobras repercutem com maior peso nessa manhã nos juros futuros e no dólar”, afirma.

Às 11h11, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento em janeiro de 2025 tinha taxa de 10,350% ante 10,331% do ajuste de ontem.

O DI para janeiro de 2026 projetava 10,595%, ante 10,56%. A taxa do DI para janeiro de 2027 estava em 10,930%, contra 10,904% de ontem. E a de janeiro de 2029 era de 11,420%, de 11,399%.

Publicidade