19 de abril de 2024 Atualizado 18:07

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Economia

Retenção de dividendo extraordinário na Petrobras não tem nada a ver com intervenção, diz Costa

Por Agência Estado

03 de abril de 2024, às 17h42

O ministro da Casa Civil, Rui Costa, afirmou que “Jean Paul Prates e diretoria da Petrobras têm feito um bom trabalho”, ao reforçar que decisão da Petrobras de reter os dividendos extraordinários não tem a ver com intervenção do governo, durante entrevista à GloboNews. “Havia um parecer técnico dizendo que naquele momento seria um excesso de apetite ao risco a distribuição dos dividendos extraordinários, ao que indicava prudência, um cuidado maior”, disse o ministro. “Então o Conselho seguiu o parecer técnico da Petrobras. Não tem nada a ver com intervenção do governo.”

As observações de Rui Costa estão em consonância com as afirmações do ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, que voltou a rechaçar nesta semana as críticas feitas pelo mercado por conta do episódio sobre a distribuição de dividendos extraordinários da Petrobras.

Silveira considerou uma distorção o governo ser classificado de intervencionista por conta do caso. “Nós nada mais fizemos do que exercer nosso direito de discutir com nossos conselheiros indicados pelo governo, dentro da lei, respeitada a governança da Petrobras e a sua natureza jurídica, a destinação correta dos dividendos extraordinários”, disse, durante a entrevista.

Publicidade