Por coronavírus, Costa Cruzeiros amplia medidas de segurança em seus navios


A Costa Cruzeiros anunciou nesta quarta-feira, 26, que vai ampliar as medidas de precaução em sua frota para garantir a segurança de hóspedes e tripulação em virtude do surto de coronavírus. Entre as providências está a proibição da entrada de pessoas que tenham viajado para China, Hong Kong, Macau e mais 12 cidades da Itália nos 14 dias que antecedem o embarque.

“O mesmo procedimento se aplica a qualquer pessoa que tenha tido contato com casos suspeitos ou confirmados de coronavírus, e para os quais tenham sido feitas declarações às autoridades sanitárias competentes”, diz a empresa em comunicado.

Todos os hóspedes, visitantes e tripulantes vão receber um questionário médico específico para melhor avaliar as condições para o embarque, além de processo de temperatura corporal. Qualquer pessoa com uma temperatura corporal acima de 37,8 ºC terá o acesso ao navio negado.

A companhia também decidiu suspender as viagens e atividades turísticas de quatro navios que eles operam exclusivamente na China, até meados de março. “Os hóspedes afetados pelos cancelamentos serão reembolsados ou poderão optar por mudar a viagem para outro período.”

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora