19 de abril de 2021 Atualizado 14:49

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Economia

Pandemia ainda traz dificuldade, mas atividade e emprego mostram avanço, diz Fed

Por Agência Estado

07 abr 2021 às 15:40 • Última atualização 07 abr 2021 às 17:01

Dirigentes do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) notaram que a pandemia de covid-19 segue provocando dificuldades econômicas e humanas nos Estados Unidos, segundo informa a ata da última reunião de política monetária da entidade, divulgada nesta quarta-feira, 7. Os membros do Comitê federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) afirmaram que indicadores de atividade e emprego demonstraram melhora recente na atividade do país, mas que o desempenho dos setores mais afetados pela crise segue fraco.

Ainda assim, a economia americana se mostrou resiliente nos últimos meses e a pandemia de covid-19 mostra sinais de arrefecimento em resposta à acelerada vacinação nos EUA, diz o documento.

A imunização da população, aliados aos estímulos fiscais adotados pelo governo americano, permitiram uma perspectiva de recuperação mais robusta entre os dirigentes do Fed, ainda que os níveis da atividade e de emprego ainda estejam “muito abaixo” do objetivo da entidade monetária, afirma a ata.

Os dirigentes notaram que “as condições do mercado de trabalho para as comunidades mais desfavorecidas foram vistas como atrasadas em relação às de outras famílias”, enquanto o nível de ocupação de vagas nos setores de hospitalidade e lazer seguia em níveis inferiores aos do período anterior à pandemia.

Durante a reunião, que ocorreu antes da divulgação do payroll de março na semana passada, os membros do Fomc projetaram, de forma geral, que o mercado de trabalho americano seguirá crescendo nos próximos meses e a médio prazo.

Publicidade