30 de maio de 2024 Atualizado 00:00

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Economia

Nespresso, Eisa e NetZero unem-se em 1º projeto de biochar em escala no Brasil

Por Agência Estado

20 de abril de 2024, às 14h25

A NetZero, startup francesa pioneira na produção industrial de biochar nos trópicos, e a Eisa, um dos principais comerciantes de commodities agrícolas do mundo, firmaram parceria com a Nestlé Nespresso, marca líder de café premium, em um projeto inédito de biochar na cidade de Machado, no Estado de Minas Gerais. É a primeira vez que um projeto de biochar reúne todos os participantes de uma cadeia de valor, de agricultores a cooperativas, de comerciantes a marcas finais.

Conforme comunicado da NetZero, 16 mil toneladas de resíduos de processamento de café não utilizados serão transformadas em 4 mil toneladas de biochar por ano, com o objetivo de remover cerca de 6 mil toneladas de CO2 da atmosfera. Esse biochar retornará aos mesmos agricultores que forneceram a biomassa inicial, em um modelo totalmente local e circular, para ser usado como corretivo do solo.

A startup explicou que, no solo, o biochar atua como uma “esponja” que retém água e nutrientes de forma duradoura no nível da raiz da planta. Isso permite, com uma única aplicação, aumentar a produtividade do café e, ao mesmo tempo, reduzir significativamente o uso de fertilizantes, que atualmente contribuem para uma parcela significativa da pegada de carbono do café. O biochar também desempenha um papel importante no aumento da resistência das plantas durante as secas e outros eventos climáticos extremos.

Além de seus benefícios agronômicos, o biochar também é reconhecido pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) como uma das principais soluções de remoção de carbono necessárias para atingir emissões líquidas zero até 2050. O uso de biochar na produção permite extrair e estabilizar o carbono inicialmente capturado pelas plantas na atmosfera, fixando-o nos solos por milênios em uma forma muito estável.

Jérôme Perez, Diretor de Sustentabilidade da Nespresso, disse: “O solo é fundamental em nosso compromisso com a agricultura regenerativa. É por isso que estamos entusiasmados em apoiar a ECOM e a NetZero com essa inovadora instalação de biochar, uma solução natural semelhante ao carvão vegetal que melhora a saúde e a regeneração do solo, ajudando a neutralizar as emissões de carbono.”

O anúncio foi feito após a reunião anual do Conselho Consultivo de Sustentabilidade da Nespresso, em Paris, e ocorre depois que a NetZero e a ECOM anunciaram, em fevereiro, sua colaboração para ampliar o uso do biochar no Brasil.

Publicidade