17 de junho de 2024 Atualizado 17:51

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Brasil e Mundo

Lagarde diz que não há compromisso com trajetória para juros e que BCE agirá a partir de dados

Por Agência Estado

06 de junho de 2024, às 14h29

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, reiterou nesta quinta-feira, 6, que não está se comprometendo previamente com uma trajetória para os juros na zona do euro. Em coletiva de imprensa concedida após o BCE reduzir suas principais taxas de juros em 25 pontos-base, após concluir reunião de política monetária, Lagarde reiterou que as decisões monetárias devem seguir dependentes de dados e manterão na política restritiva pelo “tempo necessário para garantir retorno da inflação à meta”.

A autoridade ponderou que as expectativas para inflação têm recuado em todos os horizontes e que a perspectiva para os preços teve melhora evidente no bloco, demonstrando que este é o momento “apropriado para moderar o nível de restrição”. Dessa forma, os juros pesarão menos na demanda ao longo do tempo e a economia continuará a se recuperar.

No entanto, Lagarde alertou que as pressões inflacionárias domésticas seguem fortes e que a inflação na zona do euro deverá permanecer acima da meta de 2% no início de 2025.

“Estamos prontos para ajustar todas as ferramentas de acordo com nosso mandato e determinados a garantir que a inflação retorne à meta de 2%”, afirmou Largarde.

Sobre os ajustes, a presidente do BCE pontuou que os dirigentes podem elevar ou manter os juros restritivos por tempo prolongado, se a inflação voltar a subir no bloco ou o cenário global piorar.

Por outro lado, o relaxamento da política estaria condicionado a melhora do cenário da inflação, que será analisado a cada reunião do banco central, apontou Lagarde.

Publicidade