13 de abril de 2024 Atualizado 18:31

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Economia

Indicador Antecedente de Emprego sobe 1,0 ponto em março, para 79,5 pontos, diz FGV

Por Agência Estado

04 de abril de 2024, às 10h08

O Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) subiu 1,0 ponto na passagem de fevereiro para março, quarto avanço consecutivo, para 79,5 pontos, maior nível desde outubro de 2022, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quinta-feira, 4. Em médias móveis trimestrais, o IAEmp cresceu 0,7 ponto.

“O IAEmp sobre pelo quarto mês consecutivo e mantém a trajetória favorável observada desde o final do ano passado. Essa sequência de resultados positivos sugere um primeiro semestre favorável para o mercado de trabalho, mas o patamar ainda baixo do indicador e o ritmo de recuperação não deixam imaginar que essa retomada vai ser em ritmo mais forte que do que já vem ocorrendo. A continuidade desse cenário favorável no ambiente macroeconômico é fator-chave para a evolução do indicador”, avaliou Rodolpho Tobler, economista do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre/FGV), em nota oficial.

O IAEmp sugere expectativa de geração de vagas adiante, quanto maior o patamar, mais satisfatório o resultado. O indicador é formado por uma combinação de séries extraídas das Sondagens da Indústria, de Serviços e do Consumidor, todas apuradas pela FGV. O objetivo é antecipar os rumos do mercado de trabalho no País.

Em março, quatro dos sete componentes do IAEmp contribuíram positivamente para o resultado. Os melhores desempenhos no mês foram dos itens Emprego Previsto da Indústria, com impacto de 0,6 ponto, e Tendência dos Negócios de Serviços, com 0,7 ponto. Houve impactos negativos dos itens Emprego Previsto de Serviços, com -0,4 ponto, e Situação Atual dos Negócios dos Serviços, -0,2 ponto.

Publicidade